courtois-strong-and-secure-img

Com grande atuação individual e coletiva, Chelsea melhora no comando do especial Antonio Conte

Com a significativa vitória na última partida da Premier League, o goleiro do Chelsea, Thibaut Courtois, peça essencial na parte defensiva, que contribuiu para manter o placar favoravel aos Blues, comentou sobre a partida, novo esquema utilizado pelo técnico, Antonio Conte, e relação com o ex-técnico, José Mourinho.

O placar (4 a 0) expressou muito bem como se deu o andamento do jogo, a superioridade do time de Londres foi absoluta, em todos os setores do campo. Abriram o placar rapidamente, com o meia, Pedro, e controlaram a partida quando o adversário, Manchester United, pressionava buscando alterar o resultado.

Courtois fala sobre o jogo:

 “Nós começamos muito bem e sabíamos o que tínhamos que fazer.”

“O primeiro gol foi um exemplo do trabalho que nós fizemos na semana, Pedro e Marcos Alonso fizeram isso muito bem.”

“Nós começamos com os fãs atrás de nós e isso foi difícil para eles. Nós marcamos o segundo gol após 20 minutos, o que foi bom e nos permitiu controlar o jogo. No segundo tempo, eles mudaram o sistema, mas, nós cobrimos bem e marcamos outros dois gols.”

cahill
Elenco do Chelsea comemora após marcar mais um gol (Foto: Getty Images)

O goleiro também respondeu sobre o novo sistema implementado por Conte (3-4-3) e em quais aspectos esta novidade fez o time melhorar:

“Nós temos mais segurança defensiva. Contra o Hull e Leicester, eu não tive que fazer muitas defesas, mas, contra o United, eu fiz. Nós estamos nos defendendo muito bem.”

“Na Euro, eu joguei pela Bélgica contra Italia e País de Gales, ambos usavam esse sistema, e foram jogos muito difíceis.”

contttt
Conte comanda o time na vitória contra o United (Foto: Getty Images)

Antonio Conte está demonstrando ser um técnico não só apaixonado pelo futebol, mas muito inteligente, taticamente. O setor defensivo, que tanto preocupava os torcedores azuis no início da temporada, foi totalmente mudado por Conte, que construiu uma nova mentalidade nos jogadores. Estas tais mudanças devem permanecer, independente dos próximos resultados? A famosa “escola italiana”, conhecida por sua sólida defesa, ainda pode surpreender os adversários ou com mais alguns jogos os outros times conhecerão as melhores maneiras de se infiltrar pelos defeitos presentes? O que pode ser feito para que isto não aconteça?

A atuação individual de Courtois também foi um destaque na partida, comentada pelo próprio:

“Eu acho que essa foi a melhor, porque, eu pude ver todos os outros chutes chegando. Com esse do Zlatan, ele controlou e estava muito perto, mas, eu fui rapidamente ao chão e coloquei meu corpo atrás dele, felizmente, essa é uma de minhas qualidades e foi bom porque pude mostrar isso.”

Courtois fez uma partida brilhante, com segurança. O goleiro demonstrou extrema atenção, principalmente em uma partida contra o Manchester United, que possui um elenco recheado de grandes jogadores, com velocidade nos passes e nas conclusões a gol.

Após a conturbada saída de Mourinho do maior de Londres, muito é comentado sobre os motivos ou até um grave desentendimento do técnico com os jogadores, entre eles, Courtois. O goleiro respondeu sobre o fato da expressiva vitória contra o time comandado pelo ex-blue, poder ser considerada uma “vingança”:

“Eu não penso sobre vingança direcionada a ele, porque nós vencemos a liga sob seu comando.”

“A última temporada não foi ruim por causa dele, nenhum dos jogadores estavam no nível que estávamos quando fomos campeões e nós pagamos por isso, diretamente.”

LONDON, ENGLAND - OCTOBER 23: Jose Mourinho, Manager of Manchester United looks on during the Premier League match between Chelsea and Manchester United at Stamford Bridge on October 23, 2016 in London, England. (Photo by Mike Hewitt/Getty Images)
Mourinho a beira do campo, analisando a partida (Foto: Getty Images)

A polêmica nunca acaba, ainda mais quando mais paginas são inseridas, multiplicadas por se tratar de um clássico inglês. Mourinho foi isento da culpa pelo goleiro, mas, será que esta é a única visão que existe? Courtois evitou uma declaração mais “sincera” para reduzir os problemas e deixar todos focando no belo resultado?

Independente do motivo da retirada de culpa ou sentimento de vingança à Mourinho, é melhor deixar o técnico português, conhecido pelo ego elevado, ficar reclamando de aspectos que não alteraram no resultado massacrante ao seu time.

As próximas partidas também serão difíceis, na visão do goleiro:

“Nós estamos a um ponto do topo da tabela, isso é bom, mas, nós temos que continuar trabalhando. Nós jogaremos contra o West Ham na quarta-feira e, depois, teremos outro jogo difícil contra o Southampton.”

A Premier League é um dos campeonatos mais difíceis e competitivos do planeta. Cada jogo merece toda a atenção da mídia e torcida.  O Chelsea está preparado para manter uma regularidade durante toda a competição? Independente do inesquecível último resultado, com um “show” dos Blues, é necessário que nada altere a concentração dos jogadores, mas, se o time, como um todo, continuar se empenhando e aproveitando suas qualidades, a torcida azul poderá esperar grandes feitos do time comandado por Antonio Conte.

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: