2016-03-05 (2)

Chelsea sofre empate no fim e freia sequência de vitórias

Na tarde deste sábado (05), o Chelsea recebeu o Stoke City no Stamford Bridge em partida válida pela 29ª rodada da Barclays Premier League e apenas empatou por 1 a 1. Bertrand Traoré marcou para o Chelsea, enquanto Mame Diouf empatou para os visitantes.

Na partida 200 de Eden Hazard, o Chelsea tinha tudo para sair com mais uma vitória. Apesar de ainda estar invicto na Premier League sob comando de Guus Hiddink, o Chelsea perdeu pontos importantes contra um adversário direto na luta pela 4ª posição na tabela. O Chelsea chega aos 40 pontos e fica na 10ª colocação. Nesta quarta-feira, os Blues enfrentam o Paris Saint-Germain pela UEFA Champions League; pela Premier League, o Chelsea volta a campo no dia 19, contra o West Ham.

Sem Diego Costa e Cesc Fàbregas, poupados de olho no jogo de meio de semana contra o Paris Saint-Germain, o Chelsea contou com Traoré no comando de ataque do time. O jovem de Burkina-Faso vem encantando Hiddink e começou como titular pela segunda vez seguida na Premier League. Com a ausência de Diego, Alexandre Pato começou a partida no banco de reserva e viveu a expectativa de estrear com a camisa do Chelsea, mas não foi nessa partida.

Em primeiro tempo morno, Traoré marca no final

Antes da bola rolar, a torcida homenageia o aniversário de 10 anos da morte da lenda Peter Osgood
Antes da bola rolar, a torcida homenageia a lenda Peter Osgood, no aniversário de 10 anos de sua morte

Logo no início do jogo, o próprio Traoré teve uma oportunidade de completar um cruzamento de César Azpilicueta, mas o atacante furou e perdeu um boa chance dentro da área. Após essa chance, o jogo ficou bastante disputado no meio de campo, sem maiores grandes chances de gols para ambas as equipes. Willian chamava mais a bola e a responsabilidade. Aos 17 minutos, Oscar fez uma bela jogada individual ao driblar Muniesa, mas seu chute foi parado por Butland.

Em seguida, saiu a primeira grande chance do Stoke em chute de fora da área de Afellay, defendido por Courtois que mandou para escanteio. Em sequência de escanteios, Muniesa mandou um chute por cima do gol do Chelsea. Aos 21 minutos, grande contra ataque do Stoke City. Diouf abriu com Afellay pelo lado esquerdo que correu livre e devolveu para o senegalês que, desequilibrado, desviou por cima da meta de Courtois. A maior chance de gol da partida até o momento.

Aos 27 minutos, Willian teve um chute de fora da área que levou perigo ao gol de Butland, após roubada de bola de Azpilicueta. Na sequência, o Chelsea provocou uma blitz na área do Stoke City aos 32 minutos da primeira etapa. Hazard invadiu e tocou para Oscar que, mesmo sem ter dominado a bola, deu um passe para Traoré que chutou em cima da marcação de Cameron. Após reconquistar a bola no meio com Mikel, Willian invadiu a área e arrumou um escanteio que resultou em uma boa enfiada de bola para Traoré, mas o atacante não teve domínio e a bola morreu nos braços de Butland.

Em outro contra-ataque forte da equipe do Stoke, Diouf perdeu outra grande chance para os visitantes, após cruzamento de Shaqiri vindo da direita. O atacante estava sozinho nas costas de Cahill, mas o voleio passou a esquerda de Courtois. Aos 39 minutos, o Chelsea abriu o placar com Traoré – belo chute do jovem atacante de fora da área com o pé esquerdo após nova pressão do Blues em seu campo ofensivo.

Após o gol, o Chelsea continuou pressionando o Stoke City, mas com a reta final da etapa de aproximando, poucas chances de gol foram criadas até o intervalo da partida.

Chelsea sofre empate no fim e freia série de bons resultados

2016-03-05 (2)
Stoke arranca empate no fim com Diouf (Foto: Stoke City)

O Stoke começou o segundo tempo com vontade. Logo aos 47 minutos, Arnautovic recebeu uma passe pelo lado esquerdo, trouxe para o meio contra a marcação de Azpilicueta e chutou para o gol. Courtois espalmou na cabeça de Cameron, que cabeceou por cima. Aos 50 minutos, acontecue primeira grande chance do Chelsea na segunda etapa. Willian puxou contra ataque e deixou a bola com Hazard, que driblou a marcação dentro da área e chutou rasteiro que passou rente ao gol de Butland.

Após o jogo dar uma esfriada, o Stoke voltou a ser mais presente no campo de defesa do Chelsea e após uma boa infiltração de Shaqiri, o gol de empate só não saiu aos 58 minutos por uma belíssima defesa de Courtois. No contra-ataque do escanteio, Traoré tocou para Willian, que driblou a marcação e fez Butland realizar uma bela defesa. Após a cobrança de um escanteio, a bola sobrou para Cahill dentro da área. O zagueiro chegou a ameaçar uma pedalada, mas chutou em cima de Butland.

Aos 70 minutos, Remy perdeu uma chance de ampliar o placar ao errar a cabeçada após toque de Willian. Na sequência, o Chelsea ficou pedindo um pênalti não marcado, após Muniesa derrubar Oscar. O Stoke se mostrou mais presente no campo de defesa do Chelsea, mas sem conseguir grande chances claras de gol. Ainda assim, o Chelsea não deixou de atacar nos contragolpes e após grande jogada de Willian, Loftus-Cheek ficou cara a cara contra Butland, que defendeu seu arremate.

Os Potters chegaram ao empate aos 85 minutos. Willian perdeu bola no meio campo, Shaqiri cruzou na área, Courtois espalmou o cruzamento pra dentro da área e deixou a bola na cabeça de Diouf, que arrematou para o gol vazio para empatar o jogo.

O Chelsea continuou em busca do gol da vitória e teve duas boas oportunidades com Rahman, em chute de longa distância, e Oscar, de cabeça após escanteio cobrado por Willian. Nos acréscimos, o clube londrino ainda flertou com a derrota, após Bojan carregar a bola por toda grande área e parar em defesa em dois tempo de Courtois.

Ficha Técnica

Chelsea (4-2-3-1): Cortouis, Azpilicueta, Ivanovic, Cahill, Rahman; Mikel, Matic (82′ Fàbregas), Willian, Oscar, Hazard (63′ Loftus-Cheek); Traoré (67′ Remy).

Reservas não utilizados: Begovic, Miazga, Clarke-Salter, Pato.

Stoke City (4-2-3-1): Butland, Cameron, Wollscheid, Muniesa, Pieters, Whelan (75′ Bojan), Imbula, Shaqiri, Afellay, Arnautovic (89′ Ireland), Diouf (86′ Joselu).

Reservas não utilizados: Walters, Teixeira, Crouch, Haugaard.

Gols: Traoré 39′ (CHE); Diouf 85′ (STK)

Cartão Amarelo: Oscar 45′(CHE); Pieters 53′ (STK), Whelan 73′ (STK)

Árbitro: Mark Clattenburg

Público: 41.381

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: