13178815_956164424502783_6876421430217802196_n

Após importante empate com Tottenham, Chelsea visita Sunderland

Na última segunda-feira (02), o Chelsea empatou em casa com o rival Tottenham, 2×2, e confirmou o esperado título inglês do Leicester City, grande surpresa da Premier League em 2015-2016. Em seu próximo encontro, os Blues enfrentam o Sunderland, no Stadium of Light. Os Black Cats estão na zona do rebaixamento e lutam duramente contra o descenso. O encontro acontece às 11h00 (horário de Brasília) e terá transmissão do canal ESPN Brasil. Você também acompanha tudo sobre a partida em nosso twitter, o @Chelseabrasil.

Allardyce tem apenas um problema

O treinador do Sunderland, Sam Allardyce, tem apenas um problema para escalar sua equipe para a importante partida contra o Chelsea. O defensor Billy Jones sofreu um problema no quadril durante a semana e não tem presença garantida no encontro. No entanto, embora tenha repetido sua escalação nas últimas cinco partidas, as prévias apontam alterações na equipe titular dos Black Cats que enfrenta os Blues.

Courtois está de volta

Após cumprir suspensão, depois da expulsão contra o Manchester City, o goleiro belga Thibaut Courtois volta a ser opção para o treinador Guus Hiddink e deve retomar a vaga de titular, que vem sendo ocupada pelo bósnio Asmir Begovic. Outro jogador que deve retornar ao onze inicial do holandês é Eden Hazard, que foi sacado no último jogo, entrou na segunda etapa e ajudou o time a recuperar-se de uma desvantagem de dois gols.

Prováveis escalações

Sunderland (4-1-4-1): Mannone; Yedlin, Koné, Kaboul, van Aanholt; Kirchhoff; Borini, Cattermole, M’Villa, Khazri; Defoe. Téc.: Sam Allardyce

Chelsea (4-2-3-1): Courtois (Begovic); Ivanovic, Cahill, Terry, Azpilicueta; Mikel, Fàbregas; Willian, Hazard, Pedro; Diego Costa. Téc.: Guus Hiddink

Entrevistas pré-jogo

Sam Allardyce (Sunderland)

Allardyce quer tranquilidade de seu time (Foto: Sunderland AFC)
Allardyce quer tranquilidade de seu time (Foto: Sunderland AFC)

Em sua entrevista coletiva, Sam Allardyce ressaltou a necessidade de seu time manter os nervos no lugar durante os noventa minutos de partida.

“Vocês viram isso com o Tottenham, penso que na segunda à noite eles perderam a linha. Não podemos nos dar ao luxo de fazer isso. Precisamos estar focados do início ao fim.

O Tottenham perdeu um gol e então perdeu a linha mental, então, de repente, todo o talento que eles têm em seu time desapareceu e terminou com eles não só perdendo o jogo [empatando, mas perdendo o título], mas fazendo a coisa mais estranha que já vi um time do Tottenham fazer, e isso é ter nove jogadores amarelados, fazendo alguns carrinhos ferozes.

Isso te mostra [a importância do controle mental]. O que aconteceu mentalmente com o Tottenham mostra que não podemos nos dar ao luxo de permitir que aconteça conosco. Talvez seja porque eles são, como Mauricio Pochettino diz, um time muito jovem e que, no final, não conseguiu lidar com a pressão e perdeu a linha.

Essa é a última reação que queremos de nosso time em qualquer dos nossos últimos três jogos. Queremos ser agressivos, sim, queremos agressividade, paixão, desejo, comprometimento controlados, sim. Mas não queremos ir para cima e perder o controle de nós mesmos”.

Guus Hiddink (Chelsea)

Hiddink garantiu que o Chelsea jogará para vencer (Foto: Chelsea FC)
Hiddink garantiu que o Chelsea jogará para vencer (Foto: Chelsea FC)

Por sua vez, Hiddink garantiu que seu time lutará por um bom resultado.

“É importante para nós [jogarmos bem], para nosso orgulho e para nosso proveito do futebol. Em segundo lugar, queremos ter a mesma abordagem por todos os times que ainda estão lutando para evitar o rebaixamento. Eles merecem a mesma abordagem, nossa seriedade, sem garantia de que vamos vencer, mas vamos jogar pela vitória, é claro.

Dada a situação, não seria justo de nossa parte ter uma abordagem para o jogo contra o Tottenham e não ter a mesma seriedade em outros jogos.

Não vou mudar muito o time. Antes, fiz algumas alterações com jogadores da base, mas não seria justo com os outros times que ainda enfrentaremos nos últimos jogos fazê-lo novamente. Como jogador, você tem a obrigação de agir bem. Eles fizeram isso nos últimos jogos, contra Bournemouth e Tottenham, e vamos para os últimos três jogos com a mesma atitude.

Eles [o Sunderland] precisam vencer, e nós queremos vencer. Nós daremos tanta resistência quanto podemos. Eles estão agora na zona de rebaixamento, o que não torna isso fácil. Eles têm um treinador experiente, que vai dar sintonia fina ao time da forma correta, penso”.

Último encontro

Chelsea venceu por 3x1 no primeiro turno (Foto: Chelsea FC)
Chelsea venceu por 3×1 no primeiro turno (Foto: Chelsea FC)

A última vez em que Chelsea e Sunderland se enfrentaram aconteceu na 17ª rodada da Premier League atualmente em disputa. Jogando em Stamford Bridge, os Blues venceram por 3×1, com gols de Branislav Ivanovic, Pedro Rodríguez e Oscar. Fabio Borini descontou para os Black Cats.

Fique de Olho

Defoe vive ótimo momento (Foto: Sunderland AFC)
Defoe vive ótimo momento (Foto: Sunderland AFC)

Experiente goleador com extensa passagem pela Seleção Inglesa e pelo Tottenham, Jermain Defoe tem sido a grande referência de um cambaleante Sunderland. Em plena forma aos 33 anos, o jogador já disputou 32 jogos na temporada e marcou relevantes 17 gols, números que reiteram o bom momento vivido pelo atacante, que sempre destacou-se pela boa técnica, rapidez e facilidade para marcar gols.

Curiosidades

– Chelsea e Sunderland já se enfrentaram 122 vezes na história. Computam-se 59 vitórias dos Blues, 41 derrotas e 22 empates;

– A maior goleada da história do confronto aconteceu em 2010, ocasião em que o Chelsea venceu o Sunderland, por 7×2;

– O Sunderland ganhou apenas duas das últimas 23 partidas contra o Chelsea pela Premier League (2V, 19D, 2E);

– A última vitória em casa do Sunderland sobre o Chelsea, pela Premier League, aconteceu em 2000.

Compartilhe

Comments

Category: English Premier League

Tags: