A derrota veio, mas a corrida pelo título deve continuar

Em entrevista publicada no site oficial do Chelsea, o zagueiro, Gary Cahill, comentou sobre as falhas cometidas pelo time na última partida, em que os Blues foram derrotados pelo Tottenham Hotspur, em White Hart Lane. Pontos perdidos e um resultado ruim que colocou fim a sequencia de 13 vitórias conquistada pelo time de Stamford Bridge.

Em uma partida difícil, contra um rival que mostrou qualidade, organizado taticamente, a derrota não tirou o Chelsea da liderança da Premier League, o time segue isolado.

“Nós não estávamos tão rápidos ou afiados como fomos antes, por alguma razão”.

 “Alguns passes mal colocados, não movemos a bola tão rápido quanto estávamos fazendo – nós estávamos em um nível abaixo do que definimos há algumas semanas. Você tem que estar no seu jogo o tempo todo em lugares como este”.

 “O momento do primeiro gol não foi o ideal para nós. Foi um soco que veio no primeiro tempo, quando concedemos. Eles tem grande qualidade, credito a eles, fomos punidos por isso”.

 “Foram gols parecidos, então vamos refletir e olhar para isso. Nós trabalhamos inacreditavelmente duro para estar onde estamos agora, no topo da tabela, com essa distância, então nós sacudir a poeira e voltar”.

O Chelsea tem toda a qualidade para se reerguer na liga, afinal, foi uma sequência incrível (ainda mais se o nível atual do campeonato for colocado na discussão), e os torcedores têm todos os motivos do mundo para sentir orgulho do time inteiro. Falhas acontecem e isso é completamente normal no futebol, os Blues enfrentaram, na casa do rival, um time forte e competente, que cumpriu a missão de “vencer o líder”, inclusive, aproveitaram o esquema tático vitorioso (3-4-3) utilizado pelo técnico, Antonio Conte, e espelharam o jogo como estratégia para cumprir a missão.

Os gols sofridos foram muito semelhantes e isso deve ser observado, como também, o posicionamento defensivo, em jogadas de “bola alta” do adversário, para não sofrer do mesmo, futuramente. Conte possui algumas opções para a zaga, que podem ser aproveitas nas próximas partidas, disputando outros campeonatos, para testar e fazer a melhor escolha, o zagueiro francês, Kurt Zouma, é um bom jogador e pode ajudar o time a não sofrer mais com jogadas aéreas.

Dele Alli marca de cabeça contra o Chelsea (Foto: AFP/ IKIMAGES)

 “Nós estamos desapontados de perder um jogo, desapontados por não bater o recorde, mas nós temos o recorde conjunto [em uma temporada] e isso é algo que devemos estar orgulhosos”.

 “Todos nós somos parte disso e uma derrota em 14 jogos é um recorde inacreditável. Tem sido uma ótima corrida, é uma pena que tenha chegado ao fim”.

“Em uma nota positiva, nós perdemos apenas um jogo em 14, então, mentalmente isso não deveria ser um problema. Nós temos personalidades fortes no vestiário. Nós não vamos pensar nisso por uma semana. Nós estamos nos preparando para o jogo da Copa e iniciar outra [liga] corrida depois disso, esperançosos”.

Não há motivos para desespero, afinal, Conte e sua equipe já provaram ser capazes de construir algo incrível, no campeonato considerado o mais difícil do mundo. Os erros precisam ser corrigidos, definitivamente, mas os Blues têm  a capacidade para buscar a recuperação, aproveitar a distância de 5 pontos o Liverpool, segundo colocado, e seguir, rumo ao título inglês.

Comentários

Category: English Premier League

Tags: