Hazard disputa

Chelsea sofre, reage tarde e é eliminado da Copa da Liga Inglesa

Pelas oitavas de final da Copa da Liga Inglesa, o Chelsea encarou o West Ham United no Estádio Olímpico de Londres. Conte montou um time bastante modificado, apostando nos brasileiros Willian e Oscar, além do jovem jogador inglês Ola Aina no meio-campo. O primeiro tempo, entretanto, foi de extrema dificuldade para os Blues, que viram o West Ham abrir o placar logo no começo do jogo. Conte mudou o time no segundo tempo, lançando Diego Costa, Hazard e Pedro, mas os Blues não tiveram a qualidade suficiente para evitar a derrota por 2 a 1.

Oscar teve dificuldades na criação. (Créditos: Chelsea FC)

Chelsea leva gol cedo, cria pouco e larga em desvantagem  

A atmosfera não poderia ser diferente. Um mata-mata envolvendo um derby londrino prometia um jogo duro do começo ao fim. Os primeiros minutos de jogo foram de muita marcação e faltas, com pouca criação dos dois lados.

O primeiro lance perigo, porém, foi do Chelsea. Aos sete minutos, Kanté fez boa jogada, driblando dois marcadores e chutando forte. Randolph espalmou e a zaga afastou. A resposta do West Ham, entretanto, veio em seguida. Aos dez minutos, em belo cruzamento, Noble encontrou Kouyate, que ganhou da zaga e cabeceou no canto, abrindo o placar logo cedo.

O Chelsea acusou o golpe e um pouco depois, aos 14 minutos, o West Ham chegou de novo. Após boa troca de passes, a bola sobrou para Antonio que chutou com muito perigo. Begovic apenas assistiu a bola raspar a trave e ir pela linha de fundo.

O jogo começou a ser dominado pelo West Ham, que chegava ao ataque com frequência. Aos 19 minutos, entretanto, Chalobah recebeu e de fora da área arriscou um belo chute, que Randolph se esticou para defender. Aos 26, Antonio recebeu, carregou e chutou fraco para fácil defesa de Begovic.

O West Ham começou a empilhar vitórias pessoais contra os jogadores de meio-campo do Chelsea. Willian e Oscar ajudavam pouco na parte defensiva e, com isso, os volantes blues ficavam sobrecarregados. Aos 30 minutos, Antonio driblou David Luiz e cruzou rasteiro para Lanzini, que pegou mal na bola e jogou pela linha de fundo.

O Chelsea não conseguia manter a bola no campo de ataque, errando passes e sofrendo muitos desarmes. Batshuayi era marcado por dois, três defensores e pouco conseguia produzir. Foi somente aos 34 minutos que o atacante recebeu, girou e chutou mascado. Randolph fez defesa.

O West Ham voltou a assutar aos 36, após falta de Terry em Antonio. Payet cobrou com efeito e obrigou Begovic a fazer importante defesa. Aos 42, após corte da zaga, Obiang arriscou um chute de fora da área, mas Begovic salvou.

No apagar das luzes do primeiro tempo os Blues tentaram igualar antes de irem para o intervalo. A melhor jogada do Chelsea veio só aos 44 minutos. Oscar encontrou Batshuayi livre na pequena área, mas o atacante pegou mal na bola e isolou a chance dos Blues de empatar nos primeiros 45 minutos de jogo. Ainda antes de acabar o primeiro tempo, após bate-rebate na área do West Ham, Oscar chutou e viu a bola lentamente raspar a trave e ir pela linha de fundo.

Reação e gol aos 48 não evitam derrota do Chelsea

Sem modificações, o Chelsea veio para o segundo tempo buscando a virada. Porém, logo aos dois minutos, Antonio ganhou de Cahill e cruzou para Payet, totalmente livre de marcação, chutar forte e obrigar Begovic salvar com o pé. Na jogada seguinte, Fernandes encontrou espaço e de fora da área arriscou belo chute, ampliando o placar para o West Ham.

chelsea2
Terry disputa com a zaga. (Créditos: Chelsea FC)

O Chelsea novamente acusou o golpe de levar um gol logo cedo. O time se lançou ao ataque e começou a dar espaço principalmente para o atacante Antonio, que vinha tendo vitórias pessoas contra os zagueiros blues. Aos 10 minutos, Noble arriscou de fora da área, mas a bola passou à direita do gol de Begovic.

A partir dos dez minutos, o West Ham diminuiu o ritmo e recuou para segurar o placar. Conte lançou Diego Costa e Hazard para deixar o time mais ofensivo e com poder de finalização. Aos vinte minutos, porém, quem chegou foi o West Ham. Obiang encontrou Payet, que cruzou com perigo, obrigando Azpilicueta se esticar todo para cortar.

Aos 23 minutos, Hazard cobrou escanteio e Oscar, de letra, desviou. A bola bateu na rede pelo lado de fora. Foi apenas aos 28 minutos que veio a grande chance do Chelsea. Diego Costa foi lançado por David Luiz e cruzou rasteiro para Willian, que ainda teve tempo de dominar e pensar, mas chutou para fora.

O Chelsea começou a pressionar na base de cruzamentos e escanteios. Aos 34, Cahill recebeu quase na linha de fundo e cruzou rasteiro, mas na confusão a zaga do West Ham afastou. Um minuto depois, Hazard foi acionado e de primeira disparou forte chute que acertou o travessão.

A resposta do time da casa veio logo em seguida. Em cruzamento fechado, Ayew apareceu livre na frente de Begovic e cabeceou pra fora, perdendo grande chance de ampliar.

O jogo se abriu por completo nos últimos oito minutos. Os dois times atacavam com perigo e o Chelsea quase chegou ao gol com Diego Costa. William encontrou o espanhol, que tentou de cavadinha e jogou pela linha de fundo. Logo depois, aos 42, William cobrou falta, Terry desviou e David Luiz não conseguiu completar para o gol.

Aos 46 minutos, Zaza liderou o contra-ataque e tocou para Payet que chutou bem, obrigando Begovic a fazer grande defesa e evitar o terceiro gol. A tão esperada reação do Chelsea veio apenas no último lance do jogo. William cobrou falta e, depois de confusão na área, Cahill tocou para o fundo das redes, diminuindo o placar, mas não evitando a derrota e, consequentemente, a eliminação.

chelsea-4
Kanté ganha da marcação e chuta. (Créditos: Chelsea FC)

Ficha Técnica

West Ham: Randolph, Kouyate, Reid, Ogbonna, Fernandes (Feghouli 20’/2º tempo), Obiang, Noble (c), Cresswell, Lanzini (Ayew 32’/2º tempo), Payet, Antonio (Zaza 37’/2º tempo).

 Chelsea: Begovic; David Luiz, Terry (c), Cahill; Azpilicueta, Kante, Chalobah (Hazard 17’/2º tempo), Aina (Pedro 22’/2º tempo); Willian, Batshuayi (Diego Costa 12’/2º tempo), Oscar.

Gols: Kouyate (10’/1º tempo), Payet (2’/2º tempo), Cahill (48’/2º tempo)

Cartões amarelos: Noble (22’/2º tempo), Reid (30’/2º tempo), Kouyate (48’/2º tempo)

Estádio: Estádio Olímpico de Londres

Compartilhe

Comments

Category: Copa da Liga Inglesa

Tags: