Chelsea teve grande atuação no segundo tempo e goleou o Manchester City (Foto: Chelsea FC/Reprodução)

“É um impulso para a confiança dos jogadores”, afirma Hiddink após goleada sobre Manchester City

Depois da grande vitória contra o Manchester City por 5 a 1, na tarde deste domingo (21), Guus Hiddink falou com a imprensa sobre o embate. Os Blues tiveram dificuldades para abrir o placar e instantes após Diego Costa colocar os mandantes na frente, David Faupala voltou a colocar os visitantes no jogo.

Na segunda etapa, com a equipe focada em definir o jogo, não demorou para o Chelsea se sobressair aos jovens que integravam o time do Manchester City. Willian, Gary Cahill, Eden Hazard e Bertrand Traore marcaram e selaram a classificação blue com facilidade e tranquilidade. Oscar ainda perderia uma penalidade, mas nada que tenha preocupado Guus Hiddink:

“Sabíamos que iríamos jogar contra uma equipe com algumas alterações, mas nem sempre é fácil quando os jovens estão chegando. Eles tinham a defesa com jogadores experientes e jovens no meio-campo e ataque e causaram uma ameaça no início e fizeram muito bem no gol de empate.

Você tem de estar muito consciente para não cometer erros estúpidos ou ficar desleixado ou complacente. Ficamos desleixados com a nossa organização quando eles empataram, mas tivemos uma reação muito boa na segunda metade. Era fundamental que nós começássemos bem na segundo etapa e marcássemos o segundo ou terceiro gol logo no início.

Quando a equipe faz o trabalho que tem que fazer – tático disciplinado e organizado defensivamente e pressionando – então automaticamente a qualidade vai surgir. Se você ganha por 5-1 na semana passada, se você tem um desempenho bom em Paris e hoje faz 5-1 contra o City, em seguida, é claro que é um impulso para a confiança dos jogadores. É bom ver isso”.

Hazard foi decisivo com um gol e duas assistências (Foto: Reuters/Reprodução)
Hazard foi decisivo com um gol e duas assistências (Foto: Reuters/Reprodução)

Na próxima fase da FA Cup, o Chelsea terá de enfrentar um duro adversário. Marcado para acontecer no Goodison Park, os Blues vão visitar o Everton e o confronto trouxe lembranças para Hiddink que conquistou o torneio em 2009, justamente contra os Toffees:

“Foi há muito tempo. Tenho boas lembranças, mas isso é passado. Eles (Everton) vão se  lembrar também. Alguns (jogadores daquela época)  ainda podem estar na equipe, assim eles vão para a vingança. Tivemos um jogo difícil contra eles aqui (empate em 3 a 3). Esperamos manter nosso fluxo na FA Cup quando enfrentá-los lá. Não vai ser fácil”.

Hiddink também salientou a importância de competir tanto em casa (Copa da Inglaterra) quanto fora (UEFA Champions League):

“Por um lado, a vida para muitos clubes é bastante dura. Por outro lado, você pode jogar a cada três ou quatro dias, especialmente se o seu time é repleto de qualidade.

Não devemos esquecer a tradição do futebol Inglês. Lembro-me de assistir a Copa da Inglaterra quando era um jovem pela TV. É o templo do futebol. Ganhar o torneio é belo em todo o mundo. Devemos ter cuidado para não desvalorizá-la”.

Compartilhe

Comments

Category: Copa da Inglaterra

Tags: