Com temperatura perto de zero, Chelsea busca classificação na Europa League

Invicto na temporada e embalado na Premier League, o Chelsea volta a mudar a chave para a Europa League. Os Blues pisam pela primeira vez na Bielorrússia para enfrentar o BATE Borisov. Se para os azuis de Londres a vitória dá a classificação adiantada no Grupo L, para os adversários, os três pontos são fundamentais para continuar sonhando com a vaga na próxima fase.

A Fox Sports transmite o duelo nessa quinta-feira (08), às 15h55 (horário de Brasília) e você também pode acompanhar tudo em tempo real no Twitter, pelo @ChelseaFC_PT.

Vitória dá a classificação

Com 100% de aproveitamento na Europa League, o Chelsea pode garantir a classificação antecipada para a próxima fase da competição europeia. Para isso, basta vencer o BATE nessa quinta-feira. Com os três pontos, os Blues chegariam a doze e, dependendo de uma combinação de resultados poderiam, no máximo, terminar o grupo na segunda colocação.

Até pela importância do jogo, não deve ser dessa vez que o técnico Maurizio Sarri colocará atletas pouco utilizados do elenco como o volante Danny Drinkwater, o polivalente Victor Moses e o jovem Callum Hudson-Odoi. Na melhor das hipóteses, o trio entrará no decorrer da partida.

Bielorrússia beirando o zero

Drogba comemorando gol em 2007, pela UCL (Getty Images)

Jogar na Europa é ter que conviver com as baixas temperaturas. O continente localizado no hemisfério norte sofre quando chega a temporada de inverno. No entanto, alguns países têm o frio ainda mais rigoroso se comparado à Inglaterra ou a outros países nos quais os jogadores já jogaram. Para amanhã, no horário do jogo, a previsão é que os termômetros fiquem próximos e até abaixo de 0°C.

A temperatura baixíssima faz o torcedor do azul de Londres lembrar de uma situação marcante e engraçada. Em 2007, o Chelsea jogou contra o Rosenborg, da Noruega, pela fase de grupos da Champions League. A partida terminou 4 a 0 para os ingleses e Didier Drogba marcou duas vezes para os Blues. Em um dos gols, ao balançar as redes, o marfinense correu até a bandeira de escanteio e fez uma das comemorações mais hilárias da história da Champions League (veja o gol e parte da comemoração nesse vídeo, a partir dos 9’16”).

Hazard viaja; espanhóis e zagueiros, não

Ainda voltando de lesão nas costas, o belga Eden Hazard viajou com o grupo para a Bielorrússia. O camisa 10, destaque da equipe na temporada, não deve começar jogando, mas pode ser uma ótima opção para o técnico Maurizio Sarri caso a partida se complique ao longo dos noventa minutos.

Já Morata, que marcou dois gols no último final de semana, quando o Chelsea venceu o Crystal Palace por 3 a 1 ficou em Londres para descansar fisicamente. Outros poupados pelo italiano são os zagueiros titulares David Luiz e Rudiger, além do lateral esquerdo Marcos Alonso. Já o meio-campo Fábregas apresentou um quadro de febre e ficou em Londres.

Entrevistas Pré-Jogo

Técnico afirma que hoje não há invencíveis no futebol (Divulgação)

Aliaksei Baha (Técnico do BATE):

“A situação no grupo é tal que qualquer conjunto de pontos será um passo à frente, um passo para alcançar os playoffs. E um empate sem gols e produtivo e vitória.

É difícil falar pelo Chelsea. Há um treinador fantástico, jogadores de futebol fantásticos, um exército multimilionário de fãs em todo o mundo. Portanto, não posso assumir como o Chelsea vai jogar. Acho que minhas pupilas pensam da mesma maneira. Amanhã temos uma partida específica para a qual estamos nos preparando. Mesmo com tantas adversidades, não há invencíveis hoje. ”

Maurizio Sarri (Técnico do Chelsea):

Maurizio Sarri na coletiva pré-jogo (Foto: Mirror)

“De acordo com o nosso médico, não há nenhum risco, caso contrário ele teria ficado em Cobham, é claro”, disse Sarri sobre a situação de Hazard.

“Sentimos que para ele é melhor jogar, não durante 90 minutos, mas jogar depois de duas semanas sem jogar”, completou.

Prováveis escalações

BATE (4-3-3): Scherbitsky, Rios, Filipovic, Filipenko, Volodjko; Baga, Dragun, Hleb; Skavysh, Signevich, Stasevich.

Chelsea (4-3-3): Kepa, Zappacosta, Christensen, Cahill, Emerson; Jorginho, Loftus-Cheek, Kovacic; Willian, Giroud, Pedro.

Histórico Recente

As duas equipes só se enfrentaram uma única vez na história. O duelo foi justamente no mês passado, quando o Chelsea venceu os bielorrussos em Stamford Bridge pelo placar de 3 a 1.

Fique de olho

Atacante é o artilheiro do BATE no campeonato bielorrusso (Divulgação)

Artilheiro do BATE no campeonato bielorrusso, o atacante Skavysh é a principal esperança de gol para furar a defesa do Chelsea. No torneio nacional, o camisa 15 tem nove gols, um a mais que o vice artilheiro da equipe, o também atacante Stasevich.

Curiosidades

  • O Chelsea nunca fez uma única partida na Bielorrússia;
  • Os Blues ainda não perderam na temporada. Contando os jogos oficiais são 13 vitórias e três empates;
  • Por conta do calendário diferente, o campeonato bielorrusso está no fim e o BATE já é o campeão com três rodadas de antecedência.
Willian Guerra