Com homenagens a Ray Wilkins, Chelsea empata com o West Ham

Mais uma vez, o Chelsea nadou, nadou, e acabou ‘morrendo na praia’. Jogando bem durante o primeiro tempo – e em boa parte do segundo -, os Blues acabaram apenas empatando em 1 a 1 com o West Ham, em Stamford Bridge, na tarde deste domingo (08).

Com gols de Azpilicueta para os donos da casa, e Chicharito para os Hammers, o Chelsea chega apenas a casa dos 57 pontos na Premier League, 10 atrás do quarto colocado Tottenham. Com chances mínimas de conquistar vaga para a próxima UEFA Champions League, a missão dos Blues agora é manter o máximo de distância possível para o Arsenal, na tentativa garantir a ida para a Liga Europa.

Chelsea atua bem e abre o placar em Stamford Bridge

Na primeira etapa, o Chelsea não poupou esforços na missão de pressionar os Hammers, e conseguiu sair à frente com o gol de Azpilicueta (Foto: Getty Images)

Antes da bola rolar, o Chelsea preparou uma série de homenagens ao ex-jogador Ray Wilkings. O volante, que foi capitão da seleção inglesa na Copa de 1982, faleceu na manhã da última quarta-feira, em decorrência de um ataque cardíaco sofrido no final de março.

Carregando braçadeiras pretas em sinal de luto, os Blues iniciaram a partida marcando firme a equipe do West Ham. Ainda nos primeiros minutos, também arriscaram chegadas perigosas à meta defendida por Joe Hart, principalmente com Eden Hazard.

Aos 8 minutos, a equipe visitante já começava a aparecer mais no jogo. A principal marca deixada até este momento da partida, no entanto, foi a reação da torcida do Chelsea em mais um ato em memória de Wilkins. O jogador foi dono da camisa 8 dos Blues entre 73 e 79, o que levou os adeptos do clube a aplaudirem em uníssono o oitavo minuto.

Com o avançar da primeira etapa, o West Ham cresceu em Stamford Bridge, mostrando superioridade em relação aos donos da casa. O Chelsea, porém, não se detinha apenas a seu campo defensivo, arriscando em algumas oportunidades com Hazard, Willian e Morata trabalhando bem na frente.

O Chelsea aumentou a pressão sobre o adversário londrino pouco antes dos 30 minutos, dando mais trabalho a Hart. O goleiro inglês, no entanto, não foi páreo para César Azpilicueta, que aos 36′ mandou a bola para o fundo do gol, dedicando o feito ao grande homenageado do dia.

Ainda no primeiro tempo, os Hammers tentaram responder em campo, mas o time da casa parecia cada vez mais atento defensivamente. Sem grandes lances na sequência, mesmo com os minutos de acréscimo, o arbitro da partida deu fim a etapa inicial aos 46 minutos.

Chicharito deixa o banco e brilha com a camisa do West Ham

Com apenas três minutos em campo, Chicharito marcou o gol de empate do West Ham, salvando a equipe visitante da derrota (Foto: Chris Brunskill Ltd/Getty Images)

Mesmo a frente no placar, o Chelsea retornou ao gramado com a mesma postura dos minutos anteriores. Marcando atentamente, os Blues também passaram a atacar de maneira mais constante e incisiva, criando uma série de boas oportunidades em sequência.

Aos 59′, Willian deu bom passe para Álvaro Morata, que pela segunda vez na partida finalizou pra o fundo do gol em posição irregular, o que rendeu mais um impedimento para os Blues.

No decorrer da segunda etapa, com os Blues ainda em vantagem, David Moyes realizou suas duas primeiras alterações no West Ham. Tirando de campo Cresswell e Edimilson Fernandes, mandou para a partida Evra e Javier Hernandéz. E as alterações logo deram resultado.

Com 73 minutos de partida e apenas 3 em campo, ‘Chicharito’ Hernandéz recebeu assistência de Arnautovic e, de pé direito, mandou a bola para o fundo das redes de Courtois, igualando o placar.

O golpe sofrido abalou os donos da casa, mas não foi o suficiente para parar suas tentativas de voltar à frente do placar. Apenas seis minutos após o empate, Marcos Alonso protagonizou uma das melhores oportunidades do Chelsea na partida, não fosse a intervenção essencial de Hart, que buscou a bola no ângulo superior de seu gol.

Substituindo Morata na sequência, Olivier Giroud também criou boa jogada ofensiva defendida pelo goleiro do West Ham. Não satisfeito, Hart também parou uma tentativa de Gary Cahill, de cabeça; lance que ocorreu já aos 92 minutos, com os quatro acrescentados à segunda etapa.

Sem mais acontecimentos, o empate de 1 a 1 em Stamford Bridge teve fim, decepcionando grande parte da torcida dos Blues mais uma vez.

Ficha Técnica

Chelsea (3-4-3): Courtois; Azpilicueta, Cahill, Rudiger; Moses (Pedro 78′), Kante, Fabregas, Alonso; Willian, Morata (Giroud 78), Hazard.

Reservas não-utilizados: Caballero, Christensen, Emerson, Bakayoko, Drinkwater.

West Ham (3-4-2-1): Joe Hart; Rice, Ogbonna, Cresswell (Evra 64′); Zabaleta, Kouyaté, Noble, Masuaku; Edimilson Fernandes (Javier Hernandéz 70′), João Mário (Josh Cullen 85′); Marko Arnautovic.

Reservas não-utilizados: Hugill, Adrián, Josh Pask, Grady Diangana.

Gols: Azpilicueta (36′) e Chicharito (73′).

Cartões Amarelos: Noble (46′).

Estádio: Stamford Bridge.

Category: Competições

Tags:

Article by: Gabriela Bustamante

Estudante de jornalismo, 20 anos, apaixonada pelo Chelsea. A mulher que chora quando pensa naquele Barcelona 2x2 Chelsea no Camp Nou, em 2012.