Chelsea vai a Goodinson Park, goleia Everton e segue na liderança

Neste domingo (30/04) o Chelsea foi ao Goodinson Park e venceu a partida por 3 a 0. Em jogo que teve momentos de maior movimentação e chances para as duas equipes, o placar só foi definido no segundo tempo, que teve os três gols dos Blues. Uma vitória soberana do líder do campeonato, que se superou e fez um grande jogo na casa do adversário, que mantinha uma grande invencibilidade jogando em Liverpool. O técnico, Antonio Conte e seu time conquistaram um grande resultado e seguem forte na briga pelo título da Premier League.

Primeiro tempo com boas chances desperdiçadas e bem defendidas pelos dois times

Logo no primeiro minuto de jogo, o Everton conseguiu uma boa oportunidade com Barkley chutando cruzado, Courtos desviou e a bola pegou na trave, voltou nos pés de Lukaku, de frente para o gol, mas o zagueiro, Cahill, travou bem a jogada. O Chelsea conseguiu jogadas de velocidade, mas foi travado pelo sistema defensivo dos donos da casa. Aos 12 minutos, Pedro conseguiu boa roubada de bola antes do meio campo e os azuis de Londres foram trocando passes até a área do adversário, que travou na entrada da área e foi para o lado direito e Eden Hazard cometeu falta.

Diego tocou para Hazard, que driblou o goleiro e chutou pelo lado de fora da rede.

David Luiz passa por Lukaku (Foto: Carl Recine/Reuters)

Com 21 minutos, Nemanja Matic faz linda jogada que partiu do meio do campo, driblou, pisou na bola e foi cortando o adversário até chutar, livre. A tentativa foi parada nas mãos de Stekelemburg. Um minuto depois, vez do Everton, Lukaku recupera no ar, corta e chuta com perigo no lado direito de Courtois, a bola resvalou na trave. Jogo lá e cá, oportunidade para o Chelsea, bola lançada de David Luiz para Diego Costa que cara a cara chutou por cima do goleiro. O Everton não abriu mais tantos espaços e o time visitante pouco criou. David e Hazard fizeram bom jogo. Primeiro tempo encerrado com o placar de 0 a 0.

Na etapa complementar, três gols e o passeio do Chelsea

De volta dos vestiários, os times tentaram ameaçar o adversário. Nos 55 minutos, a zaga do Everton devolveu para o goleiro mas Diego Costa tentou chegar na bola, mas fez falta. Um minuto depois, Valencia bateu para o gol e a bola desviou em Marcos Alonso. 57′ e Valencia se infiltra na área após “caneta” em Azpilicueta, chutou cruzado e rasteiro, procurando Lukaku, mas Courtois segurou. Chelsea precisava de resultado e foi buscando espaços, sem muito sucesso. Gueye marcou bem Hazard e impediu que o camisa 10 criasse muitas oportunidades.

O gols veio aos 65 minutos pelos pés do ponta-direita, Pedro, que recebeu próximo a área, gingou, puxou para a esquerda, direita, girou o corpo e bateu no ângulo do goleiro Stekelemburg, abrindo o placar para o líder do campeonato.

Aos 78′ em cobrança de falta, Hazard mandou rasteiro dentro da área e Cahill desviou para ampliar o placar.

Willian comemora terceiro gol do Chelsea com Fábregas, que garantiu também a assistência (Foto: Reuters)

Para fechar o placar, aos 86 minutos, Willian, recém-chegado na partida marcou e fez o terceiro do Chelsea. O meia, Fábregas, recebeu de Diego Costa e foi até a linha de fundo, viu o ponta brasileiro livre e deu mais uma assistência. Willian bateu no meio do gol e estufou as redes no Goodinson Park. Nos 90 minutos, o autor do último gol ainda recebeu na área e tentou chegar na bola, mas foi travado e o goleiro retomou a posse de bola. O jogo foi encerrado e a torcida londrina explodiu de alegria nas arquibancadas, junto ao time, companheiro fiel de comemorações pós-jogo.

Gols da Partida

Ficha Técnica

Chelsea (3-4-3): Courtois; Gary Cahill, David Luiz (Aké 80′) e César Azpilicueta; Marcos Alonso, Nemanja Matic, N’Golo Kanté e Victor Moses; Eden Hazard (Willian 84′), Pedro (Fábregas 80′) e Diego Costa.

Reservas não utilizados: Begovic, Zouma, Chalobah e Batshuayi.

Everton (4-3-3): Stekelenburg; Holgate, Willians, Jagielka e Baines; Gana, Davies e Barkley; Calvert-Levin (Miralas 71′), Valencia (Kone 71′) e Lukaku.

Reservas não utilizados: Joel Robles, Kenny, Pennington, Bany e Lookman.

Gols: Pedro 65′, Cahill 78′ e Willian 86′ (CHE).

Cartão Amarelo: Cahill 34′ (CHE), Calvert-Lewin 37′ (EVE), Azpilicueta 40′(CHE), Diego Costa 55′ (CHE), Valencia 59′ (EVE), Hazard 74′ (CHE) Gueye  77′ (EVE).

Estádio: Goodinson Park.

Thiago D'Almeida