Chelsea recebe o Arsenal em primeiro clássico da temporada

Neste sábado (18), o Chelsea receberá o Arsenal em Stamford Bridge, jogo que trás o primeiro clássico londrino da temporada 2018/2019. Enquanto os Blues abriram o campeonato com uma vitória diante do Huddersfield, os Gunners vêm de uma derrota para o atual campeão Manchester City e encaram o Chelsea em busca da primeira vitória na Premier League, em mais um jogo difícil.

A partida terá transmissão pela ESPN Brasil a partir das 13:30 e pela Rede TV! A partir das 13:15, ambos no horário de Brasília. Você também pode acompanhar a partida em tempo real pelo twitter do Chelsea em Português, o @ChelseaFC_PT.

Fàbregas não joga; Kovacic pode fazer sua estreia

Maurizio Sarri não deve ter muitos problemas para escalar a equipe. Cesc Fàbregas é o único jogador indisponível para a partida, já depois de ter ficado de fora da estreia. Eden Hazard, que atuou apenas nos últimos minutos na estreia, pode receber uma chance no 11 inicial. Giroud deve ser opção no banco e Morata deve começar no comando de ataque.

Sobre Kovacic, Sarri deixou claro que pretende dar uma chance ao croata no jogo contra os Gunners, mas garantiu que ele não está pronto para jogar 90 minutos:

“Eu acho que Mateo será muito útil pra gente. No momento, ele tem que trabalhar mais, pois não está pronto para jogar os 90 minutos. Talvez amanhã jogue os últimos 30. Eu pergunto muito por ele, porque pra mim ele é um jogador muito bom e na minha opinião, ele ainda pode melhorar mais.”

Emery não conta com Kolasinac, Maitland-Niles e Koscielny

Após estrear perdendo para o atual campeão, o Arsenal deve voltar a campo com poucas mudanças em relação ao time que enfrentou o City. O técnico Unai Emery terá três desfalques por lesão, sendo que dois deles já não estiveram disponíveis no jogo de abertura da Premier League: Kolasinac e Koscielny. Maitland-Niles se contundiu e foi substituído ainda no primeiro tempo do jogo contra os atuais campeões.

Lacazette, que começou no banco no último jogo, pode receber uma chance entre os titulares para o embate contra o Chelsea.

Prováveis escalações

Chelsea (4-3-3): Kepa, Azpilicueta, David Luiz, Rüdiger, Alonso; Jorginho, Kanté, Barkley; Hazard, Morata, Willian.

Arsenal (4-4-2): Cech, Bellerín, Mustafi, Sokratis, Lichtsteiner; Guendouzi, Torreira, Özil, Mkhitaryan; Aubameyang, Lacazette.

Entrevistas Pré-Jogo

Maurizio Sarri (Chelsea)

Sarri durante entrevista pré-jogo (Foto: Getty Images)

O treinador foi questionado sobre a derrota do Arsenal na primeira rodada do campeonato.

“É difícil para todo mundo jogar conta o Manchester City! Emery é um ótimo treinador. Ele ganhou a Liga Europa três vezes, ele ganhou com o PSG na França, e eu acho que o Arsenal vai ser competitivo essa temporada. Eles irão brigar por uma vaga na próxima Champions League.”

Morata também foi pauta na entrevista do italiano.

“Eu não estou preocupado com Morata. Ele é um grande jogador. Neste momento ele só precisa ganhar mais confiança, mas ele é um ótimo jogador.”

“Talvez ele só esteja com pouca confiança. Ele precisa marcar, como qualquer centroavante no mundo. Ele está melhorando muito, então não estou preocupado com ele.”

Os jornalistas perguntaram o que, para ele, seria uma temporada de sucesso à frente dos Blues:

“Neste momento, no futebol inglês, existe um clube que está acima de todos os outros, que é o Manchester City. Nós temos que tentar fazer nosso melhor e tentar alcançar 101 por cento do nosso potencial. Nós temos que trabalhar pra reduzir a diferença.”

“Eu não sei agora o que pode acontecer, mas meu pressentimento é que nós podemos ser um time muito bom.”

Unai Emery (Arsenal)

Emery fala sobre jogo contra o Chelsea após derrota na primeira rodada (Foto: Mirror)

Sobre a derrota para o Manchester City:

“O primeiro jogo nos deu muitas informações sobre o que precisamos melhorar e sobre coisas que precisamos continuar fazendo. É claro que o resultado era o primeiro objetivo que nós queríamos. Mas era o dia do Manchester City.”

Emery foi questionado sobre o que precisa ser feito para conseguir um resultado positivo contra o Chelsea:

“Primeiro, nós temos que construir um time competitivo. Nós estamos indo jogar fora, mas nós precisamos manter nossa personalidade e mentalidade, porque eu acho que contra o City, o time manteve suas ideais, manteve seu espírito de jogo durante os 90 minutos.”

“Isso foi uma coisa boa, apesar da derrota. Eu quero que a gente continue com esse trabalho e seja competitivo durante todo o jogo, mas com uma performance melhor que a de Domingo, tanto individualmente quanto coletivamente. Eu quero uma boa preparação para esse jogo e uma boa resposta em campo para essa preparação.”

O treinador também foi cobrado sobre um possível dilema no gol do Arsenal, com a contratação do alemão Bernd Leno:

“Eu estou feliz com a performance do Cech. Ele tem experiência, qualidade e capacidade. Também, com Leno é a mesma coisa. Eles são dois goleiros que são importantes pra gente. Eles têm diferentes qualidades, mas pra nós vale o jeito o qual queremos jogar, e ambos podem jogar do nosso jeito. Para sábado, minha decisão é fácil. Petr Cech pode continuar começando a partida, eu acredito nele. Se Bernd começar, acredito nele também.

Fique de Olho:

Pierre-Emerick Aubameyang

Aubameyang é um dos principais nomes dos Gunners para a temporada (Foto: Getty Images)

Contratado junto ao Borussia Dortmund em janeiro de 2018, Aubameyang chegou ao Arsenal e rapidamente se tornou um dos principais nomes do ataque dos Gunners. O atacante do Gabão se tornou o jogador mais caro da história do Arsenal, em uma negociação que envolveu 63,75 milhões de Euros.

Na temporada passada, o gabonês fez 13 jogos pela Premier League com a camisa de Arsenal e marcou 10 gols. Agora, mais adaptado, Auba tenta elevar o nível e repetir suas atuações no Dortmund, onde marcou 61 gols em 70 partidas pelos aurinegros, nas temporadas 2016/2017 e metade da temporada 2017/2018, antes de se transferir para o Arsenal.

Dados: Transfermarket*

Histórico Recente

O retrospecto atual dos Blues contra os Gunners não é dos melhores. Contando com a partida realizada já na pré-temporada sobre o comando de Maurizio Sarri, são seis jogos consecutivos sem vitória para cima dos rivais londrinos.  A última vitória do Chelsea sobre o Arsenal foi na pré-temporada de 2017/2018, onde o time de Antonio Conte aplicou 3 a 0 sobre Arsenal de Wenger.

Pela Premier League, os Blues venceram o Arsenal por 3 a 1 em jogo válido pela 24ª rodada da temporada 2016/2017, a qual o Chelsea levantou a taça ao final. De lá pra cá, são inúmeros empates e três derrotas significantes: a final da FA Cup de 2016/2017, a Community Shield da temporada passada e a semi-final da Copa da Liga Inglesa, também na temporada passada.

No entanto, nos jogos em Stamford Bridge pela Premier League, o Chelsea não perde para o Arsenal desde a temporada 2011/2012. De lá pra cá foram sete jogos, sendo seis vitórias para o lado azul, com direito a um sonoro 6 a 0 em 2013/2014, e um empate por 0 a 0, este já na última temporada.

Túlio Henrique