Chelsea recebe Hudderfield na busca pela recuperação na Premier League

Depois do doída derrota para o Bournemouth por 4 a 0 na última quarta-feira, o Chelsea volta a campo pela Premier League para buscar a recuperação na competição. Neste sábado (2), os Blues recebem em Stamford Bridge a equipe do Huddersfield, que ocupa a última posição da tabela. A partida será transmitida ao vivo pela ESPN Brasil, e você também pode acompanhar todos os lances ao vivo através do twitter, no @ChelseaFC_pt.

Chelsea não sofre com ausências, mas precisa de mudanças

Além de Gonzalo Higuaín, que se recupera de uma lesão nas costas – mas estará disponível para a partida -, nenhum outro atleta está nas mãos do departamento médico do clube. Ainda assim, o time que entra em campo contra o Huddersfield deve ser diferente do que foi derrotado pelo Bournemouth na última rodada. Sarri ainda não deu dicas em relação as possíveis alterações, mas sua insatisfação em relação ao desempenho da equipe é evidente.

Huddersfield reforçado para o confronto

Para o confronto contra o Chelsea, o lanterna da competição terá novidades à sua disposição. Philip Billing, que se recuperava de um problema no joelho volta ao time após dois jogos afastado. Além dele, o recém-contratado Karlan Grant pode pode fazer sua estreia com a camisa do clube; e Aaron Mooy, que esteve no banco no confronto contra o Everton, tem a possibilidade de começar a partida como titular.

Prováveis escalações

Chelsea (4-3-3): Kepa; Azpilicueta, Rudiger, Christensen, Alonso; Kante, Jorginho, Barkley; Pedro, Higuain, Hazard.

Huddersfield (4-5-1): Lossl; Hadergjonaj, Jorgensen, Schindler, Kongolo; Hogg, Mooy, Billing, Kachunga, Diakhaby; Grant.

Entrevistas pré-jogo

Maurizio Sarri (Chelsea)

Sarri não faz questão de disfarçar o descontentamento com o desempenho recente do time, e deixa claro que é necessária uma mudança de postura (Foto: Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images)

O clima nos bastidores do Chelsea não anda muito melhor do que dentro de campo. Sarri já declarou que não sabe o que fazer para motivar os jogadores, que parecem não ter vontade de atuar – em especial quando saem em desvantagem no placar.

Na entrevista que antecede a partida contra o Huddersfield, o treinador foi questionado sobre um possível plano B tático em sua busca pela melhora de desempenho. “Por quê? Antes de qualquer coisa, eu quero desempenhar bem o plano A. Não quero mudar algo que, no momento, não esta funcionando tão bem.”

“Primeiro eu quero ver o meu futebol muito bem jogado, então depois podemos mudar algo”, afirmou.

Jan Siewert (Huddersfield)

Para Siewert, independente do momento difícil dos rivais, o confronto será um grande desafio para o Huddersfield (Foto: Robbie Jay Barratt – AMA/Getty Images)

Do outro lado do confronto, as perguntas também se concentraram no mau momento vivido pelos Blues. Para Jan Siewert, apesar da sequência negativa, jogar contra a equipe londrina nunca é fácil, e dessa vez não há de ser diferente.

“Nunca é um bom momento [para jogar contra o Chelsea] – é um desafio que nos é imposto”, declarou.

“Eu vi algumas situações em que eles estiveram vulneráveis, mas para ser honesto, esse jogo será completamente diferente. Eu sei que Maurizio Sarri é um treinador fantástico e temos que enfrentar qualquer coisa que impuserem a nós.”

Histórico recente

Até a última temporada, a última vez que as duas equipes haviam se encontrado pelo campeonato inglês foi em 1963, pela segunda divisão (Foto: Simon Stacpoole/Offside/Getty Images)

Até 2017, Chelsea e Huddersfield não se enfrentavam há 9 anos. O último encontro havia acontecido pela Copa da Inglaterra, em fevereiro de 2008. Desde então, as equipes se confrontaram em três oportunidades, com duas vitórias dos Blues e um empate no primeiro turno da Premier League na temporada passada.

Curiosidades

  • O Chelsea venceu duas das três partidas anteriores pela Premier League, incluindo o primeiro jogo de Maurizio Sarri como treinador, em agosto;
  • O Huddersfield, por sua vez, conquistou um empate quando as equipes se encontraram em Stamford Bridge em maio passado, um ponto que garantiu sua sobrevivência na Premier League;
  • A última vitória do Huddersfield na liga sobre o Chelsea foi por 2 a 1 em Stamford Bridge, na antiga Segunda Divisão, em março de 1963;
  • Os Blues correm o risco de perder o terceiro jogo seguido na Premier League pela primeira vez desde novembro de 2015.
Gabriela Bustamante

Estudante de jornalismo, 20 anos, apaixonada pelo Chelsea. A mulher que chora quando pensa naquele Barcelona 2x2 Chelsea no Camp Nou, em 2012.