Chelsea cria muito, mas vence Southampton com placar magro

O Chelsea foi a campo neste sábado (16) para mais um embate na Premier League, desta vez diante do Southampton em Stamford Bridge. Os Blues criaram muitas chances de gol, mas venceram pelo placar mínimo.

Destaques para a grande partida de Willian e para a boa entrada de Fàbregas. Com a vitória, os Blues chegam a 38 pontos e ficam empatados em 2º com o United, que ainda joga na rodada.

Chelsea abre o placar no fim do primeiro tempo

Alonso marcou mais um gol de falta (Foto: Getty Images)

O Southampton foi quem teve a primeira boa chance do jogo aos oito minutos. Após toque errado de Kanté no campo defensivo, Gabbidadini fez boa jogada e a bola acabou com Bertrand pela esquerda, que cruzou para área e contou com falha de Courtois, que deixou a bola viva na área, mas a defesa afastou.

 O Chelsea respondeu aos 14, após linda tabela dentro da área entre Willian e Alonso. O brasileiro puxou para a direita, mas acabou adiantando demais, perdendo um pouco o ângulo e chutando pra fora.

Os Blues tiveram outra boa chance aos 19. Após forte cruzamento de Willian, Alonso acertou um bonito voleio, mesmo um pouco sem ângulo. Foster espalmou e a bola sobrou para Kanté, que não conseguiu finalizar.

Aos 24, Alonso cruzou para Hazard e o belga fez o pivô para chegada de Kanté, que mandou uma bomba para a meta adversária. Grande defesa de Foster.

Aos 30, Pedro roubou bola no meio de campo, lançou Hazard na esquerda, que se livrou de dois marcadores e tocou para o meio de área, onde chegava Pedro. O espanhol não chegou a tempo de finalizar mas resvalou para Willian, que foi atrapalhado por Bertrand e não conseguiu finalizar.

Dois minutos depois, após grande jogada de Willian, a bola ficou com Alonso dentro da área que chutou forte para outra boa defesa de Foster. Aos 39, Willian recebeu cruzamento na área, ajeitou de peito para Bakayoko que acertou um forte chute, mas a bola desviou e foi pra fora.

Aos 42, Pedro entrou na área aos trancos e barrancos com os defensores e chutou na trave adversária. A bola ficou viva na área, mas a jogada foi encerrada por falta de Alonso. No apagar das luzes, aos 47, o Chelsea teve falta perigosa e Alonso abriu o placar na cobrança. Jogo encerrado no primeiro tempo.

Blues criam chances, mas não conseguem ampliar a vantagem

Hazard jogou mais uma vex como referência no ataque (Foto: Getty Images)

O Chelsea começou o segundo tempo pressionando o adversário e tendo total controle da posse de bola. Aos 48, Willian recebeu a bola na intermediária, se livrou de três marcadores e chutou sem direção para o gol. Aos 60, o Southampton teve grande chance com Charlie Austin, que ficou sozinho cara a cara com Courtois, mas o belga fez grande defesa.

Pedro deu lugar a Fàbregas aos 67, após pouca criatividade dos Blues até o momento. A mudança deu resultado logo na primeira jogada do espanhol. Hazard recebeu passe na entrada da área, resvalou de calcanhar para o espanhol que devolveu para o belga. Hazard chutou de primeira e mandou a bola para os fundos da rede, mas o bandeirinha assinalou o impedimento de Fàbregas.

Aos 70, Alonso recebeu bom passe a meia altura de Willian, ajeitou no peito e mandou um foguete para o gol com a perna direita. Mais uma grande defesa de Foster. Alguns minutos depois, Morata entrou no lugar de Hazard, que fez bom jogo.

Aos 75, Fàbregas deu belo passe para Morata, que dentro da área se livrou do marcador e chutou para mais uma boa defesa do goleiro adversário. Os visitantes responderam no minuto seguinte. Charlie Austin recebeu bom passe dentro da área, deixou Chrsitensen para trás e chutou colocado para boa defesa do arqueiro belga dos Blues.

Aos 77, Morata sofreu falta no flanco esquerdo e Willian aproveitou a oportunidade e bateu rápido, surpreendendo a defesa e deixando Fàbregas em boas condições dentro da área. O espanhol adiantou muito, mas conseguiu chutar quase em cima da linha, por baixo das pernas de Foster. A bola caprichosamente andou em paralelo com a linha do gol e não entrou.

O Southampton voltou a assustar aos 85, após cruzamento na área e desvio de cabeça de Austin, que passou muito perto da trave. O Chelsea pressionava mas não conseguia marcar.

Aos 92, Morata fez boa jogada dentro da área, deu uma cavadinha para Fàbregas que acertou belo chute de primeira para mais uma boa defesa de Foster. Os Blues mantiveram a bola no campo de ataque até o apito final do árbitro.

Ficha técnica:

Chelsea (3-4-3):  Courtois, Azpilicueta, Cahill, Christensen; Alonso, Kanté, Bakayoko, Moses (Zappacosta 82’); Willian, Hazard (Morata 73’), Pedro (Fàbregas 67’)

Reservas não utilizados: Caballero, Rüdiger, Drinkwater, Batshuayi

Southampton (5-4-1): Foster, Cédric (Lemina 17’), Yoshida, Stephens, Hoedt, Ryan Bertrand; Ward-Prowse, Oriol Romeu, Hojbjerg (Boufal 72’), Nathan Redmond; Gabbiadini (Charlie Austin 61’)

Reservas não utilizados: McCarthy, van Djik, Tadic

Cartões Amarelo: Yoshida 47’ (SOU), Stephens 87’ (SOU), Redmond 87’ (SOU), Alonso 94’ (CHE)

Árbitro: Roger East

Category: Competições

Tags:

Article by: Túlio Henrique