Após sair atrás no placar, Chelsea reage e vira para cima do Southampton

O Chelsea foi a campo nesse sábado (14) para enfrentar o Southampton no domínio dos adversários. Após sair atrás no placar por dois gols, os Blues reagiram e buscaram a virada em incríveis oito minutos, e o placar de 3 a 2 se manteve até o final.

Olivier Giroud, que saiu do banco, foi o grande nome da partida depois de marcar dois gols na reação do Chelsea. O outro tento foi marcado por Eden Hazard. O resultado deixa os Blues a sete pontos do Tottenham, que ainda joga na rodada.

Blues saem atrás no placar e vão ao vestiário em desvantagem

Tadic abriu o placar para os Saints (Foto: Getty Images)

O jogo começou lento e sem grandes lances por partes das duas equipes. O Chelsea mantinha mais a posse de bola e com paciência esperando os espaços para agir, enquanto o Southampton esperava sua chance para complicar os Blues.

Aos 19 minutos, Álvaro Morata ficou com a sobra na pequena área após cobrança de escanteio, mas Alex McCarthy fez grande defesa diante do chute do espanhol, impedido os Blues de sair na frente do placar.

Aos 21, o Southampton recebeu a chance que esteve esperando durante a partida. Dusan Tadic recebeu passe preciso de Ryan Bertrand e chutou rasteiro para colocar o Saints a frente do placar. Com a vantagem, os donos da casa ficaram ainda mais cautelosos.

O Chelsea teve mais uma chance nos pés de Morata aos 27, mas após receber bom passe dentro da área, o espanhol chutou muito forte e a bola passou por cima da trave. Dois minutos depois, foi a vez de Zappacosta ameaçar a meta adversária, dessa vez com um chute a longa distância, mas a bola foi interceptada no caminho.

Apesar de atrás no placar e com a bola nos pés, o Chelsea não criava chances de grande perigo. Já na marca dos 38, Gary Cahill chutou de fora de área numa tentativa de levar algum perigo para a meta adversária, mas a bola passou muito por cima.

Yoshida teve a chance de aumentar o placar para os donos da casa aos 42. Ward-Prowse cobrou falta e a bola sobrou para o japonês, que cabeceou mal para a meta de Thibaut Courtois, desperdiçando boa chance.

O Chelsea ainda teve uma chance de empatar aos 46. Césc Fábregas chutou de fora de área, mas viu a defesa interceptar o arremate. Sem mais grandes oportunidades, Mike Dean encerrou o primeiro tempo.

Reação relâmpago define a vitória do Chelsea

A reação do Chelsea começou e terminou com Olivier Giroud, que saiu do banco de reservas (Foto: Getty Images)

O Chelsea começou o segundo tempo partindo para cima dos Saints, diante da desvantagem no placar. Trocas de passes rápidos e posse de bola caracterizaram os primeiros minutos dos Blues, mas sem grandes chances criadas. A postura dos visitantes permitiu ao Southampton a chance de sair em contra-ataques e complicar de vez a vida do Chelsea.

O resultado veio aos 52, em contra-ataque veloz de Shane Long, que saiu na cara de Courtois enquanto tinha Christensen e Cahill e seu encalço. O inglês se livrou dos marcadores e chutou colocado para a meta de Courtois, que fez grande defesa.

Aos 55, foi a vez do Chelsea responder com Hazard. Após achar espaço na grande área, o belga rematou cruzado e viu McCarthy fazer bela defesa para evitar o gol de empate dos Blues. Na cobrança de escanteio, a bola sobrou para Willian na entrada da área, que chutou rasteiro e no cantinho

Em cobrança de falta aos 59, Bedenarek recebeu levantamento na área e entrou sozinho no meio de Cahill e Alonso para finalizar com facilidade e aumentar a vantagem dos donos da casa. Após o gol, Antonio Conte resolveu mandar Giroud e Pedro a campo, nos lugares de Morata e Zappacosta.

A entrada de Giroud deu resultado após dez minutos em campo. Aos 69, Alonso carregou a bola na ala esquerda e cruzou na medida para o atacante francês cabecear no meio dos defensores e diminuir a vantagem do Southampton para colocar o Chelsea na partida de novo.

Não demorou muito para o Chelsea reagir e empatar a partida. Aos 74, após muita troca de passes perto da área adversária, Willian pedalou para cima do defensor, foi até a linha de fundo e cruzou rasteiro para a área. A bola caiu no pé de Eden Hazard, que sem marcação dominou e fuzilou para a meta de McCarty, que nada pode fazer para evitar o gol.

Apenas quatro minutos depois de empatar a partida, Willian e Hazard fizeram jogada ensaiada e cobrança de falta. O belga cruzou para a grande área e Christensen ajeitou para trás, onde Giroud esperava sem marcação para finalizar e colocar o Chelsea à frente do placar.

Após a virada, Mark Hughes colocou Charlie Austin e Sims e nos lugares de Ward-Prowse e Tadic, enquanto Conte mandou Moses a campo no lugar de Hazard, alguns minutos depois. Após a virada, o Southampton resolveu ir para cima e tentar uma reação, enquanto os Blues adotaram uma postura mais cautelosa.

Aos 90, Sims recebeu belo passe na entrada da área e em grande velocidade entrou sozinho para ficar cara a cara com Courtois. O arqueiro belga fez mais uma grande defesa para manter os Blues na vantagem.

Ficha técnica:

Chelsea (3-5-2):  Courtois, Christensen, Cahill, Azpilicueta; Alonso, Kanté, Fàbregas, Zappacosta (Pedro 61′); Hazard (Moses 85′), Morata (Gioud 61′), Willian

Reservas não utilizados: Caballero, Emerson, Bakayoko, Barkley,

Southampton (3-4-3): McCarthy, Bednarek (Gabbiadini 92′), Yoshida, Hoedt; Soares, Romeu, Hojbjerg, Bertrand; Ward-Prowse (C. Austin 79′), Tadic (Sims 83′), Long

Reservas não utilizados: Forster, Lemina, Boufal, McQueen

Gols: Tadic 21’ (SOU), Giroud 69’ 78’ (CHE), Hazard 74’ (CHE)

Cartões Amarelo: Hojbjerg 42’ (SOU), Ward-Prowse 44’ (SOU), Hazard 64’ (CHE) Bertrand 65’ (SOU), Romeu 78’ (SOU), Long 81’ (SOU), Willian 82’ (CHE), Cahill 94’ (CHE)

Árbitro: Mike Dean

Category: Competições

Tags:

Article by: Túlio Henrique