Terry: talvez o maior ídolo da história do clube (Foto: Getty Images)

Terry assina novo contrato e deve encerrar carreira nos Blues

Terry: talvez o maior ídolo da história do clube (Foto: Getty Images)

Após meses de impasse e dúvidas quanto a permanência de John Terry no elenco dos Blues para a próxima temporada, o zagueiro, de 35 anos, 21 deles dedicados aos Blues, renovou seu contrato por mais uma temporada e deve, com isso terminar sua carreira em Stamford Bridge, da maneira como sempre disse que gostaria que acontecesse e atendendo os pedidos dos torcedores, que nas últimas semanas, fizeram campanhas para pedir a continuidade do capitão.

Em janeiro, em meio a temporada conturbada que o Chelsea viveu, Terry chegou a afirmar que a campanha que se findou no último fim de semana seria a última com a camisa azul, o que gerou os mais diversos movimentos entre torcedores e nas redes sociais, principalmente pedindo a permanência do ídolo. No final da última semana o clube chegou a anunciar que havia oferecido um novo contrato ao inglês, que afirmou que tomaria uma decisão em breve. Para felicidade de todas as partes, a renovação foi efetuada e o zagueiro, que recentemente completou 700 partidas pelo clube, poderá completar sua 19ª temporada pelo clube de maneira profissional, desta vez sob o comando do treinador italiano Antonio Conte, que teria, inclusive, pedido a renovação com a lenda inglesa.

Ao assinar o novo vínculo, Terry falou ao site oficial do clube e se disse feliz com o desfecho feliz e agradeceu aos fãs pelo apoio nos últimos meses:

“Estou muito contente por assinar um novo contrato com o clube. Todo mundo sabe que eu sou um torcedor do Chelsea por completo. Eu estou ansioso pela próxima temporada sob o comando do novo treinador (Antonio Conte) e espero que possamos torná-la um sucesso. Além disso, faço uma menção especial aos fãs por seu apoio contínuo. Vocês são os melhores do mundo.”

O presidente do clube, Bruce Buck, também comentou a renovação de contrato e elogiou Terry:

“Estamos muito satisfeitos que John vai passar mais um ano no clube. Ele tem sido o líder do esquadrão do Chelsea durante todo o período de maior sucesso em nossa história. Recentemente, ele alcançou a marca de 700 jogos pelo clube, o que é a prova de seu profissionalismo e dedicação, bem como de seu talento inquestionável.”

A diretora do clube, Marina Granovskaia, que é responsável pelas negociações com jogadores, sem em contratações ou renovações, também se manifestou e demonstrou satisfação pela extensão do vínculo com o camisa 26 e ressaltou a importância dele nos vestiários:

“Estamos ansiosos para mais um ano com John no clube, e acredito que ele será uma figura importante nos vestiários e no campo, já que nosso objetivo é trazer sucesso de volta para a próxima temporada.”

A renovação com John Terry significa muito para os torcedores e para a instituição Chelsea como um todo, principalmente depois das saídas mais ou menos conturbadas, ou pelo menos questionáveis, pela forma como ocorreram, dos ídolos Frank Lampard, Petr Cech e Ashley Cole, do clube. Didier Drogba foi o único, até então, a ter uma despedida digna de sua história com a camisa azul e, pelo menos ao que parece, John Terry, o maior de todos eles, terá a chance de terminar sua carreira no clube que o revelou para o futebol e ao qual dedicou mais de 20 anos de sua vida.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: