Conte with players

Resumo da Semana: A solidificação do grupo e a relação com jovens talentos

Em mais um Resumo da Semana, vamos relembrar o que de mais importante aconteceu na última semana no Chelsea. No período entre sábado (20) e sexta-feira (26), destacamos a visível união dos jogadores, encabeçada felizmente pelo técnico Antonio Conte. Além disso, vamos falar também da relação recente do clube com os jovens jogadores.

Sábado (20/08) – Banco de reservas dá vitória suada aos Blues

report--watford-v-chelsea.img

Com muita garra, disposição e alterações certas feitas pelo técnico, o Chelsea venceu de virada o Watford fora de casa neste sábado (20), pela Premier League. No segundo jogo de Antonio Conte no comando do Chelsea, o italiano mostrou a tônica da temporada, fazendo as substituições certas para ganhar o jogo.

Em partida muito disputada fisicamente e tomando gol de Capoue logo no início da segunda etapa, somente após as três substituições o time visitante conseguiu impor o seu ritmo de jogo e com isso virar a partida com gols de Batshuayi, que saiu do banco, e Diego Costa após passe de Fàbregas, que também saiu do banco.

Seja em parte pela estratégia de Conte e em parte pela qualidade dos jogadores que entraram, o banco de reservas foi o que definiu o placar final e sacramentou a segunda vitória dos Blues na atual edição da Premier League.

Domingo (21/08) – O Chelsea no equiíbrio da Premier League

Conte elogiou a nova contratação, Michy Batshuayi, que estreiou com gol. (Foto: ESPN FC)
Conte elogiou a nova contratação, Michy Batshuayi, que estreiou com gol. (Foto: ESPN FC)

O equilíbrio do campeonato inglês é o grande destaque deste começo de temporada na Inglaterra. Em uma nova fase, com nova logo, marca e ideia, a Premier League vem demonstrando que os grandes esquadrões tem dificuldades contra times médios e/ou pequenos. O nivelamento da competição da terra da Rainha é tão grande que o jogo coletivo acaba sendo preterido pelo fator individual na hora da decisão.

Por enquanto, um começo sofrido, onde os resultados aparecem e o desempenho nem é tão contagiante assim. Com o tempo, a tendência é que o desempenho melhore ainda mais – pelo menos é o que espera Antonio Conte e os torcedores do maior de Londres.

Segunda-Feira (22/08) – Relação de Conte com os jogadores pode levar o Chelsea ao topo?

conte-after-watford-win.img

Os torcedores do Chelsea estão começando a se acostumar, e apoiar, a postura do técnico, Antonio Conte, à beira do campo. O italiano está, em todas as partidas, gritando e dando instruções aos jogadores para o maior de Londres conseguir se arrumar, da melhor maneira possível, dentro de campo e buscar vitórias e títulos.

A relação de Conte com seus jogadores é algo que impressiona e chama a atenção, pois não existem muitos técnicos que se conectam tão fortemente à equipe, clube e torcida. Este fator está deixando o Chelsea mais forte e mais unido dentro e fora de campo, coisa que não vimos na temporada passada, quando nem todos os jogadores pareciam ter a identificação com quem os comandava no momento. Obviamente, há quem prefira um técnico não tão conectado ao elenco, mas, é inegável a diferença da vontade dos jogadores quando entram em campo. Será Conte, definitivamente, a melhor escolha para comandar o maior de Londres?

Terça-Feira (23/08) – Em estreia na Copa da Liga Inglesa, Chelsea vence com direito a show de Batshuayi

chhh

O Chelsea estreou com vitória na partida contra o Bristol Rovers, pela Copa da Liga Inglesa. A vitória desta terça-feira (23/08) veio para os Blues, favoritos, que contaram com uma grande partida do atacante, Michy Batshuayi, que fez sua estreia começando no time titular.

Atuando em casa, o maior de Londres, comandado por Antonio Conte, conseguiu uma importante vitória, que dará confiança para os jogadores que participaram da partida, já que são, quase todos, reservas. O adversário não deixou por menos e fez um jogo duro, com direito a gol de pênalti e impedimento nos últimos minutos. Em uma boa partida do Chelsea, o placar final foi de 3 a 2.

Quarta-Feira (24/08) – Como volante ou atacante, Loftus-Cheek é a esperança da torcida blue

Ruben, com seu novo número, celebra assistência dada a Batshuayi contra o Bristol Rovers
Ruben, com seu novo número, celebra assistência dada a Batshuayi contra o Bristol Rovers

Durante a pré-temporada do Chelsea o recém-chegado treinador italiano, Antonio Conte, surpreendeu com um esquema 4-2-4 (que ele vem utilizando nos finais de jogos, inclusive), mas surpreendeu mais ainda ao afirmar que via Ruben Loftus-Cheek, uma das maiores promessas da base como atacante. Tudo bem um treinador perceber o jogador melhor em um posição, mas a questão toda é que Ruben foi volante durante toda sua formação e breve carreira profissional, sendo que o próprio se descreveu como um jogador que ocupa as mesmas faixas de campo de Nemanja Matic e Paul Pogba. Entretanto, agora, Conte volta a ressaltar que vê Loftus-Cheek como atacante.

O jovem inglês, de 20 anos, disputou sua primeira partida na temporada nesta terça-feira, contra o Bristol Rovers, pela Copa da Liga, foi titular, e teve papel fundamental na vitória pro 3-2 sobre o time da terceirona da Inglaterra. O atacante deu assistência para um dos gols de Michy Batshuayi e ainda fez a jogada para outro, além da boa atuação atuando ofensivamente como um homem que se aproxima dos atacantes e quando o time perdia a bola, como um jogador de meio de campo, sua função de ofício (até então, aparentemente).

Quinta-Feira (25/08) – Chelsea confirma contratação de goleiro campeão da Euro

eduardo-transfer-completed.img

Nesta quinta-feira (25), o Chelsea anunciou em seu site oficial a contratação do goleiro português Eduardo, de 33 anos. O jogador fez parte do elenco da seleção portuguesa na campanha vitoriosa da Euro, em Julho, na França. Ele assina contrato de um ano após duas temporadas no Dinamo Zagreb.

Sexta-Feira (26/08) – Opinião: A política com os jovens valores deve ser revista

thorgan getty

Em 2012, logo após se sagrar campeão da UEFA Champions League, o Chelsea anuncia a contratação de uma promessa da, até então, pouco falada geração belga de talentos: Eden Hazard. Após boas temporadas atuando pelo Lille da frança, principalmente no time de Rudi Garcia que contava também com Cabaye, Gervinho e Debuchy.

Com a visibilidade de ter ganho o prêmio de melhor jogador jovem da Ligue 1 em 2008/09 e 2009/10, além de melhor jogador do mesmo campeonato em 2010/11 e 2011/12, o belga assinou com os Blues por uma quantia de aproximadamente £40 milhões.

Rápido e driblador, com muito controle de bola e visão de jogo, Hazard tinha tudo para decolar na Premier League. Porém, uma peculiaridade no contrato de Eden era que, para assinar o contrato, o clube inglês teria de levar o irmão de Eden, Thorgan Hazard, no mesmo “pacote”. Não é necessário dizer que os Blues não pensaram duas vezes em estender um contrato também para Thorgan, que ficou emprestado para o Zulte Waregem, clube de sua terra natal.

Segundo a política de empréstimo dos jovens jogadores que o Chelsea vem adotando ao longo dos últimos anos, Thorgan teoricamente seria emprestado por duas ou três temporadas, primeiramente para uma liga de menor expressão, no caso a belga, depois para uma liga de maior visibilidade como a italiana ou alemã e em seguida para um clube mediano da Premier League ou Championship. O Hazard mais novo se destacou em todos os seus empréstimos, fazendo apresentações dignas de uma chance em ligas mais competitivas e até no próprio Chelsea. O clube em que mais demonstrou seu potencial foi no Borussia Monchengladbach da Alemanha, aparecendo várias vezes no time titular, mesmo com apenas 21 anos.

Compartilhe

Comments

Category: Resumo da Semana

Tags: