Reforços entusiasmam Mourinho

José Mourinho está satisfeito com as contratações do seu clube para esta temporada (Foto: Chelsea FC)

José Mourinho está satisfeito com as contratações do seu clube para esta temporada (Foto: Chelsea FC)

José Mourinho avaliou o possível progresso do time para a próxima temporada, comentando sobre o impacto que alguns dos novos jogadores contratados podem ter na equipe. O treinador português adicionou quatro jogadores na equipe principal, tendo o retorno de Drogba, as aquisições de Diego Costa, Fabregas e Filipe Luís.

José está entusiasmado com o grupo de jogadores que tem a sua disposição e acredita que o time foi reforçado nas áreas corretas.

Na última temporada sentimos que tínhamos um time, não um super time, mas tínhamos uma equipe. Com este estávamos lutando pelo título [da Premier League] até quase o final e chegamos às semifinais da Champions League. A partir de meados da temporada fomos sentindo que precisávamos de contratações específicas, ao invés de cinco, seis, sete ou oito reforços ou um talento jovem aqui e acolá e nem de um jogador “plano B”. Tomamos, já cedo, a decisão de ir atrás de reforçar três pontos específicos onde precisávamos de uma melhoria real”.

Mourinho comentou as estratégias de mercado adotadas pelo clube para contratar Diego Costa e reiterou sua confiança no sucesso do jogador vestindo a camisa do Chelsea.

“Conheço Diego desde que ele tinha 17 anos e foi para Portugal”, explicou o técnico dos Blues. “Ele é o tipo de cara cuja vida não foi fácil, ninguém lhe deu nada de graça. Ele sempre teve que lutar muito para conquistar as coisas. Em Portugal, ele era um jogador do Braga, que é um bom time. Ele, então, teve que ir por empréstimo para um time mais fraco para assim voltar ao Braga. Em seguida, o Atlético de Madrid comprou-lhe, mas logo foi para o Celta de Vigo, porque o Atlético tinha Aguero. Foi então para o Real Vallecano porque o Atlético tinha Falcão. Ele voltou para o Atlético quando Falcão se foi. O cara teve que lutar muito para chegar lá, eu conheço o seu perfil psicológico e acho que ele é o tipo de cara que não tem medo de nada e está sempre pronto para tudo. A Premier League é difícil e ele sabe disso. Ele está pronto. Eu não acho que vai ser difícil para ele ter sucesso”.

Quanto às contratações de Fabregas e Filipe Luís, Mourinho reiterou a necessidade de contratações pontuais para preencher o elenco com peças de características distintas.

”O que eu fiz foi explicar ao jogador o que quero com ele, o que espero dele, e tentar fazer o jogador acreditar que a mudança para cá seria perfeita para ele. Era possível que Fabregas ainda estivesse treinando com o Barcelona e nós aqui esperando por ele, mas foi feito antes da Copa do Mundo, o clube foi fantástico. Depois disso, precisávamos de um verdadeiro lateral esquerdo. Nós sempre sentimos que Filipe era um jogador muito regular e poderia nos dar várias opções, porque eu posso retornar o Azpilicueta para a lateral direita e Ivanovic pode voltar à defesa graças ao Filipe. Nós fomos especificamente [ao mercado] para obter essas metas e isso é o que precisamos”.

O retorno da lenda Didier Drogba, sem dúvida, alegra muito os torcedores do Chelsea e Mourinho insistiu que a decisão de assinar novamente com o marfinense foi baseada puramente em suas habilidades como jogador de futebol e não devido a sua história no clube.

“Queremos ganhar jogos e conquistar títulos e Didier é um dos melhores atacantes da Europa, adaptado a Champions League e a Premier League. Estamos pensando sobre isso de uma forma não emocional. Eu o trouxe de volta porque como jogador ele tem certas características para tornar o time mais forte. Uma equipe não se faz com onze jogadores, e sim com diferentes opções”. O treinador concluiu comentando sobre a idade avançada do atleta. “Quando eles [jogadores] se tornam mais velhos, o principal é não perder a qualidade como atleta e como eles se recuperam de jogo para jogo”.

Chelsea participará de mini torneio na Turquia

O Chelsea finalizou o calendário de pré-temporada, ao anunciar que disputará um mini torneio na Turquia. O time de José Mourinho vai jogar duas partidas de 45 minutos contra as equipes do Fenerbahce e Besiktas no Estádio Sukru Saracoglu, na sexta-feira, 8 de agosto.

A competição precede o amistoso contra Ferencvaros, que se realiza em Budapeste, no domingo 10 de agosto. Toda a arrecadação do mini torneio será destinada a ajudar as vítimas e as famílias das vítimas da explosão em uma mina de Soma, em 13 de maio, que matou 301 pessoas, o pior desastre do tipo ocorrido na Turquia.

O torneio, organizado pela IMG-Dogus AS, será realizado na forma de um mini campeonato, com um ponto concedido por um empate e três para uma vitória. A equipe com o maior número de pontos será a vencedora da competição. Estas partidas forneceram a Mourinho sua primeira oportunidade de utilizar o plantel completo após o regresso dos nossos jogadores remanescentes da Copa do Mundo.

Vale ressaltar que ex-atletas dos Blues defendem os times turcos. O ex-meio campista do Chelsea, Raul Meireles, defende o Fenerbahce, enquanto o atacante recentemente negociado Demba Ba está a disposição do Besikitas.

Walysson Gomes Pereira