Novamente, meia inglês foi o melhor blue em campo e alimentou esperanças para 2016/17 (Foto: Paul Gilham/Getty Images)

Pela esperança de dias melhores, Loftus-Cheek é o destaque da semana

Novamente, meia inglês foi o melhor blue em campo e alimentou esperanças para 2016/17 (Foto: Paul Gilham/Getty Images)
Novamente, meia inglês foi o melhor blue em campo e alimentou esperanças para 2016/17 (Foto: Paul Gilham/Getty Images)

A situação do Chelsea já não cabe em simples comentários. As atuações são mais do que abaixo da crítica e as derrotas cada vez mais vexatórias. Mais difícil que isso, só tentar eleger um destaque na semana em que o time faz um jogo, e não qualquer jogo, mas um clássico, em casa, e é goleado.

Portanto, o melhor a se fazer agora é pensar na próxima temporada. É muito provável que apenas competições domésticas sejam disputadas, o que é uma oportunidade interessante para reerguer tanto a instituição como os atletas, fortalecendo o grupo a longo prazo. Nesse contexto, a grande esperança dos Blues tem nome e sobrenome (maiores que os normalmente vistos no meio esportivo): Ruben Loftus-Cheek.

Em sua terceira partida seguida como titular – 20ª disputada na Premier League, o meia inglês desenvolveu um futebol muito agradável aos olhos do torcedor. É certo que a fase do time não ajuda, mas suas atuações mostram que a renovação do elenco tem frutos positivos, e mostram também que o meio campo do Chelsea não será uma “terra sem lei” por muito tempo.

O garoto de 20 anos se destaca, principalmente, pela organização, força física e alto comprometimento nas partidas, trabalhando muito bem fora da sua zona de conforto. O que não é visto em atletas de alto nível na atual plantel, pode ser resolvido pelo jovem com menos de dois anos no time profissional. Fica a dica para a observação dos bicampeões europeus sub-19.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: