Oscar com a camisa do Chelsea

Oscar fala sobre a escolha pelo Chelsea e afirma “fiz a escolha certa”

O meia Oscar deu entrevista nesta terça-feira (02) ao site UOL e falou bastante sobre a passagem no Chelsea. O atleta de 29 anos contou que teve interesse de outros times da Europa, mas ele acabou optando pelo projeto oferecido pelos Blues.

O brasileiro contou que havia feito contato com clubes da Espanha e até mesmo com o rival Tottenham. Mas ele se diz muito satisfeito com a escolha que fez.

“O interesse da Europa era grande. Eu estava conversando com o Tottenham e com o Real Madrid, mas se fosse para o Real, teria que disputar posição com caras como Kaká e Cristiano Ronaldo, seria muito difícil. O Chelsea também fez uma proposta. Eles tinham um time muito qualificado, mas me ligaram e disseram que eu teria meu espaço. Fiz a escolha certa.”

Oscar em ação pelo Chelsea
Foto: Paul Gilham/Getty Images)

Oscar chegou ao Chelsea em julho de 2012 junto ao Internacional e logo no início já chamou a atenção com bons passes e gols como os feitos contra a Juventus, na UEFA Champions League.

Em 2016, o técnico dos Blues era Antonio Conte e o meia brasileiro começou a temporada como titular, entretanto uma lesão fez com o que ele perdesse espaço.

“Na minha última temporada no Chelsea, eu comecei como titular. Foram 12 jogos, mas sofri uma lesão e fiquei fora um tempo. Naquele ano, o Conte era o treinador, e o Chelsea se sagraria campeão da liga. Eu voltei de lesão, e o time estava ganhando muito. Perguntei ao Conte: “vou voltar a jogar?”. Ele me respondeu “vamos esperar o time perder”. Só que o Chelsea simplesmente não perdia!”

Oscar recebe novas propostas

Amargando o banco de reservas, Oscar recebeu sondagens e propostas de outros times no futebol europeu, mas a diretoria azul não quis negociá-lo com outra equipe europeia.

“Neste momento, Diego Simeone queria me levar para o Atlético de Madrid e a Juventus também tinha interesse. Falavam com meu empresário, e cheguei a ficar perto do Atlético, mas o Chelsea se recusava a vender, pedia 50, 60 milhões de euros, e na época ninguém pagava isso.”

Entretanto, os olhos do meia brasileiro brilharam com a proposta do futebol chinês. Em 2016, vários jogadores seguiram o mesmo caminho e rumaram para o país asiático.

“Foi então que chegou uma proposta da China. Não era a oferta do Shanghai ainda, mas me chamou atenção. Proposta muito boa, mas pensei que ainda não era o momento. Um mês depois veio o Shanghai, e eu tive que insistir com o Chelsea para ir porque eles não queriam me liberar. Eles aceitaram pela minha boa relação no clube. Não foi uma decisão fácil, mas estava no banco e não gosto de ficar no banco”.

Em entrevista recente o jornal britânico The Guardian, Oscar disse que gostaria de encerrar a carreira com a camisa do Chelsea. Ele fez mais 203 jogos, marcou 38 gols e ganhou duas vezes a Premier League, uma Europa League e uma Copa da Liga Inglesa.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Cleisson Lima

Tio do Júlio César, Estagiário de Redação na Rádio Transamérica, e Chefe de Redação no Futebol das Gerais. O caminho é um só...