Hazard chegou a dar entrevistas falando que sofria com críticas de Mou (Foto: Getty Images)

Olheiro do Chelsea critica Mourinho por pressão excessiva em Eden Hazard

Hazard chegou a dar entrevistas falando que sofria com críticas de Mou (Foto: Getty Images)

Neste último sábado (23), o camisa 10 do Chelsea, Eden Hazard, voltou a marcar pela Premier League após 11 meses, sendo os dois tentos contra o Bournemouth os primeiros do belga na atual edição do torneio. O fato ilustra a péssima temporada de Hazard pelo Chelsea, acompanhando a queda de rendimento de praticamente todo o elenco azul. A forma do belga, contudo, chama mais atenção pois o jogador foi eleito o melhor da última edição da Premier League, em que foi peça fundamental para o título dos Blues no torneio.

Muitos foram os motivos especulados para a fase de Hazard, sendo um deles possível atrito com o antigo treinador, José Mourinho, que fez com que o belga desperdiçasse praticamente meia temporada sob o comando do português, já que, vale ressaltar, o camisa 10 sofreu sucessivas lesões após a saída de Mou do comando, o que justifica, em tese, o ritmo apagado do segundo turno.

Agora, um dos olheiros do Chelsea, Piet de Visser, veio a publico dar sua opinião sobre Hazard, e para o holandês, a queda de rendimento do belga passa exatamente pela relação com Mourinho. De Visser acredita que o português tenha colocado pressão excessiva sobre o jogador, fazendo o que o atleta se sentisse não só desmotivado, mas também que o fizesse perder o desejo por jogar sob o comando de Mou:

“Mourinho é um vencedor e queria tirar cada vez mais de Eden (Hazard). Porém ele já estava num nível altíssimo, então porque não simplesmente valorizar o jogador? Mourinho queria que ele carregasse a equipe em todos os jogos, que marcasse em todos os jogos e que fosse decisivo o tempo todo. A pressão foi demais para Eden e isso feriu seu jogo. Foi quando Mourinho o perdeu. Hazard foi do céu ao inferno sob o comando de Mourinho. Isso levou ao estresse e as seguidas lesões. Espero que o novo treinador possa tratá-lo de forma diferente.”

Mourinho foi, de fato, bastante criticado por armar um time que tinha em campo 8 ou 9 jogadores praticamente apenas com funções defensivas, o que fazia sobrecarregar demais o futebol de Diego Costa, Cesc Fàbregas e principalmente de Eden Hazard, que era constantemente criticado pelo treinador por sua suposta falta de “instinto assassino”, como taxava o próprio português.

Com os dois gols contra o Bournemouth, Hazard conseguiu o mesmo número de tentos nos últimos 56 minutos do que nos 2140 anteriores de ação pela Premier Leagues. O desempenho do belga acende uma esperança no torcedor azul que ainda crê no camisa 10 brilhando no Chelsea na próxima temporada, em meio a inúmeras especulações de uma possível saída de Hazard ao final da temporada.

Entretanto, foi noticiado na mídia inglesa que o próximo treinador do clube, o italiano Antonio Conte, já teria, inclusive, conversado em particular com o camisa 10 pra convencê-lo a permanecer em Londres e para fazê-lo se sentir fundamental para o projeto do treinador.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: