Miazga quer se tornar o melhor jogador de futebol norte americano (Foto: ESPN FC/Reprodução)

O desejo de Miazga de ser o melhor jogador norte-americano pode ajudar o Chelsea

Na última janela de transferências, além da surpreendente chegada de Alexandre Pato, o Chelsea anunciou a contratação de Matt Miazga, jovem zagueiro que acabara de ser destaque da MLS. Com saída, por empréstimo, de Papy Djilobodji, foi preciso que clube reagisse e buscasse um defensor para a segunda parte da temporada. Mas ao invés de gastar uma fortuna em nome reconhecido, os Blues decidiram apostar num jogador para o futuro.

Apesar de não ter entrado em campo com a equipe principal, assim como o novo camisa 11, Miazga vem tendo mais “oportunidades” que brasileiro. Pelo menos o norte americano de 20 anos já esteve mais vezes compondo o banco de reservas, sendo relacionado até para confronto contra o PSG pela Liga dos Campeões. Em recentes declarações, Miazga disse desejar se tornar o norte americano mais bem sucedido no futebol:

“Eu queria me testar na Europa para ver o que posso fazer. Quero ser o melhor jogador que eu posso ser, o melhor jogador americano. Por que não me desafiar em um dos maiores clubes do mundo?

Sinto que mesmo no treinamento estou ficando muito melhor trabalhando com todos esses jogadores de classe mundial. Eu só tenho que ser paciente e quando chegar as oportunidades, devo impressionar a comissão técnica e apenas me estabelecer”.

Vários jogadores já saíram dos Estados Unidos para construir uma carreira sólida na Premier League. Dentre eles, podemos destacar Clint Dempsey, com 57 gols por Fulham e Tottenham; Brad Friedel, com 450 jogos; Brad Guzan, com 112 jogos; Tim Howard, com 365 jogos; John Harkes, que atuou por Sheffield Wednesday, West Ham e Nottingham Forest; Kasey Keller, que defendeu Leicester, Tottenham, Southampton e Fulham; e Brian McBride, autor de 36 goals na liga por Everton e Fulham. O desafio não é nada fácil para Miazga, mas também não é  impossível acreditar que o jovem possa superar esses nomes.

Matt terá uma incrível oportunidade para se desenvolver no mais alto padrão de disputa do futebol. A Premier League não é uma liga para qualquer jogador. É preciso se entregar mais. Correr mais. Suar mais. Capacidade o atleta já demonstrou ter, mesmo atuando por um campeonato mais leve como a MLS. Tempo para se adaptar a nova realidade também não é um problema. Tudo depende agora da força de vontade de Miazga realmente se provar o melhor. E terá já uma grande oportunidade para começar a escrever sua trajetória nesta próxima Olimpíada, que acontece no Rio de Janeiro. Essa será a chance dos torcedores o conhecerem e a oportunidade de Miazga se firmar, se mostrando uma opção para o próximo treinador do Chelsea.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: