Meia inglês foi um dos poucos pontos positivos da última semana (Foto: SKY Sports)

Loftus-Cheek faz nova grande atuação e é destaque na semana

O Chelsea proporcionou mais uma partida aquém do esperado no último sábado. Em visita ao País de Gales, os Blues saíram derrotados e dominados pelo Swansea City, adversário que também ocupa a parte intermediária da tabela, e apenas cumpre tabela até o fim da Premier League. Em meio a um jogo fraco e de pouquíssimas inspirações, Ruben Loftus-Cheek voltou a ser uma luz no fim do túnel para os torcedores azuis.

O meia inglês de apenas 20 anos foi colocado no setor criativo do meio-campo e, mais uma vez, não decepcionou, provando que é muito versátil. Volante de origem, Loftus-Cheek fez o que pôde em prol do Chelsea, mas seus esforços serviram apenas para valorizar sua atuação individual. Com muita disposição e vontade, ele trabalhou pelos dois flancos do campo: distribuiu passes, armou jogadas, recuperou bolas e recompôs a marcação, funções esperadas de um atleta muito completo, uma grata surpresa para sua idade.

Se, por um lado, os companheiros dificilmente estão ajudando; por outro, o jovem inglês está ajudando e muito. Suas participações vêm sendo fundamentais ao prospecto da próxima temporada, na qual Antonio Conte terá que ressuscitar o bom futebol deste elenco.

Simultaneamente à especulação de vários reforços no setor do campo, deve-se considerar também a ascensão de um bom garoto como uma das melhores novidade para 2016/17.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: