Diego Costa é acusado pela FA de prática de conduta imprópria

Após a derrota do Chelsea para o Everton, na qual Diego Costa se envolveu em polêmica com Gareth Barry, meio-campista dos Toffees, sendo expulso, pairou a dúvida no ar quanto às ações que seriam tomadas pela FA, Associação Inglesa de Futebol, no tocante às atitudes de Diego Costa. Na última segunda-feira (14), o hispano-brasileiro foi acusado pela FA de praticar conduta imprópria.

O lance que originou tal acusação aconteceu no minuto 84 da partida e, embora as imagens tenham mostrado suposta mordida de Diego em Barry, ambos os jogadores negaram o ocorrido na partida do último sábado. A despeito disso, a FA manteve seu posicionamento e decidiu denunciar o camisa 19 dos Blues após sua expulsão pelo acúmulo de dois cartões amarelos.

Em declaração oficial, a FA disse:

“É claro seu comportamento, após receber seu segundo cartão amarelo na partida, correspondeu a conduta imprópria”.

Diante disso, o jogador tem até às 18h00 (horário de Londres), da próxima quinta-feira (17), para responder a acusação e se defender.

Além disso, Diego Costa tem até a quarta-feira (16) para enviar à FA suas observações acerca de um alegado gesto ofensivo proferido em direção aos torcedores do Everton ao final do primeiro tempo da partida.

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Wladimir de Castro Rodrigues Dias

Advogado graduado pela PUC Minas, mestrando em Ciências da Comunicação (Universidade do Minho), 24 anos. A preferência é o futebol bretão, mas me interesso pelo esférico rolado em qualquer terra. Desde a infância, tenho no atacante Marques e no argentino Pablo Aimar referências; o melhor jogador que vi jogar foi o lúdico Ronaldinho Gaúcho, na temporada 2004/05. Também no O Futebólogo, no Doentes por Futebol e na Corner.