Chelsea v Leicester City - Premier League

Conte vai trazer um novo treinador de goleiro pro Chelsea. Mais uma vitória de Courtois?

Com o final da participação da Itália na Euro 2016, começa-se a “Era Antonio Conte” no Chelsea. Dia após dia surgem rumores de contratação de jogadores, atletas que não fazem parte do plano do técnico italiano, entre outros. Nesta quarta-feira (06), o tabloide Metro trás uma informação de que Conte já estaria montando sua comissão técnica. E com ele, chegará para os trabalhos já na pré-temporada o treinador de goleiros Gianluca Spinelli. Com a chegada de Spinelli como um dos quatro membros da comissão técnica de Conte, significa que chega ao fim a trajetória de Christophe Lollichon como treinador de goleiros do Chelsea. Mais uma vitória para Thibaut Courtois no clube?

Lollichon chegou em 2007, no ano da primeira demissão de José Mourinho do Chelsea. Trabalhou diretamente por anos com Petr Cech, uma antiga dupla que estava junta no Rennes, da França, até 2004, quando o tcheco chegou aos Blues. Lollichon é considerado o grande mentor da carreira de Cech e sua parceria no Chelsea foi de sucesso: ajudou o goleiro imortalizado pela torcida a ser o novo recordista de Clean Sheets dos Blues com 220 jogos sem sofrer gols, superando o recorde anterior de Peter Bonneti, com 208.

Courtois foi contratado pelo Chelsea em 2011, mas ficou três anos emprestado ao Atlético de Madrid. Quando retornou em 2014, pressionou muito a diretoria para que fosse o titular ou então gostaria de que fosse negociado. Com isso, Cech começou a frequentar o banco de reservas e atuou pouco na campanha do quinto título inglês do Chelsea. A história de Cech com o Maior de Londres chegou ao fim no início da última temporada, quando foi negociado com o Arsenal por £10 milhões. Uma primeira vitória de Courtois, que tirava a lenda do clube de sua sombra e assumia sem questionamentos a titularidade no gol.

Cech cumprimenta Lollichon, seu mentor no futebol (Foto: Getty Images)
Cech cumprimenta Lollichon, seu mentor no futebol (Foto: Getty Images)

A temporada 2015-2016 do Chelsea teve muitos problemas. Dos quais nos já estamos até cansados de falar e relembrar. Na primeira partida do ano, Mourinho teve um desentendimento com a Dr Eva Carneiro e muitos dizem que ali foi o início do fim de sua passagem pelo clube, que se encerraria em dezembro de 2015. Era um time inconsistente, que sofria muitos gols, perdia partidas dentro de casa e não tinha a mesma pegada do time que dominou a Inglaterra na temporada anterior, mesmo contando com os mesmos jogadores.

Outra crise interna teria começado no Chelsea na última temporada. Talvez não tivesse a mesma repercussão e proporção de Mourinho e Dr Eva, mas definitivamente era algo a atrapalhar o time. O relacionamento entre Lollichon e Courtois entrou em crise quando o goleiro belga, em uma das sessões de treinamento com o treinador específico, teve um problema no joelho que teve que ser reparado com intervenção cirúrgica. Courtois ficou fora por três meses do time titular. Após o incidente, Courtois teria pedido a Mourinho que não trabalhasse mais com Lollichon, um pedido que teve suporte do Special One, mas não chegou a ser realizado pois o treinador foi demitido antes.

Com a falta de esperança em seu próprio treinador de goleiros, Courtois vinha batalhando nos bastidores para sair do Chelsea. Dizia na imprensa que não confiava o esquema defensivo dos Blues. Com a péssima temporada do clube e a não classificação para torneios europeus, manter Courtois se tornaria uma ação quase impossível para a direção do Chelsea. A própria permanência de Lollichon no clube acenava para o jogador tentar voltar para o futebol espanhol.

Mas como o Metro informa hoje, Conte teria tido uma conversa com Courtois aonde no fim dela, o treinador se mostrou convencido em trazer o seu companheiro de seleção italiana Gianluca Spinelli para o Chelsea. Essa seria uma segunda vitória de Courtois nos bastidores do clube. Atendendo mais uma vez aos seus pedidos, mostra uma clube um pouco submisso a um bom jogador, apenas. Aparentemente, o belga continuará nos Blues na próxima temporada, o que de certa forma é um reforço. Mas nos deixa preocupados em como vai agir Courtois em um próximo capítulo, fazendo do Chelsea o seu refém.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: