Mount comemora gol da vitória

Mount marca belo gol e Chelsea vence o Liverpool em Anfield

O Chelsea foi ao noroeste da Inglaterra e venceu o Liverpool por 1-0. O gol único do jogo foi marcado por Mason Mount, aos 42 minutos do primeiro tempo, em bonita jogada pelo lado esquerdo. Com o tento de hoje, o meia chegou ao quinto na Premier League.

O resultado fez com os Blues chegassem aos 47 pontos e subissem para o quarto lugar na tabela, um ponto à frente do quinto colocado. O time azul volta a campo justamente contra o primeiro perseguidor, o Everton. O encontro será nesta segunda (08), em Stamford Bridge. Um jogo difícil como este pede um momento de descontração para organizar as ideias. O Código Promocional Luckia é um bônus para os jogos de slots e roleta, os mais populares do seguimento. Com a mente em calma, fica mais fácil focar nos objetivos para o grande jogo.

Chelsea em profundidade e gol de Mount

As duas equipes se estudaram durante os primeiros minutos da etapa inicial. O Chelsea tinha uma proposta mais reativa com Timo Werner no comando de ataque. Aos poucos o time azul foi se soltando e começou a tomar as rédeas da partida.

Os Blues apostavam em passes em profundidade explorando a velocidade de Werner. Aos 15 minutos, a bola sobrou para o atacante alemão livre na área, ele tentou tocar por cima de Alisson, que acabou defendendo.

Werner e Fabinho em ação
Foto: Reprodução / Chelsea

O novo dono da camisa 11 foi um dos destaques do jogo e aos 23′ teve a chance de mostrar isso. Ele recebeu passe de Jorginho, tocou por cima do goleiro e marcou. No entanto, o VAR anulou o gol por uma diferença muito pequena.

Controlando a maior parte das ações do jogo, o Chelsea impôs mais o ritmo, teve um pouco mais de posse de bola e conseguia ir ao ataque. Nos minutos do primeiro tempo, N’Golo Kanté recuperou a bola na intermediária e lançou na ponta esquerda para Mason Mount. O meia dominou, cortou para o meio e bateu colocado, sem chances para Alisson.

Liverpool mais à frente e ótimo jogo defensivo azul

Na volta do intervalo, Jürgen Klopp posicionou seu time mais no campo de ataque. O Liverpool teve mais a bola, mas foi aí que o ótimo jogo do sistema defensivo dos Blues mostraram mais o poder que tem. O time vermelho tentava explorar mais as costas de Ben Chilwell, mas Antonio Rüdiger teve grande atuação e permitiu pouca coisa por ali.

O Chelsea contra-atacava e teve chances de marcar, forçando a defesa rival a trabalhar. Aos 53′, Hakim Ziyech teve a oportunidade de ampliar, mas Andrew Robertson salvou em cima da linha.

Klopp modificou time vermelho, mas as alterações não surtiram efeito. Kanté, Jorginho, Christensen, Azpilicueta e Rüdiger não deixavam os mandantes criarem chances de finalizar com perigo. O único arremate na direção do gol de Mendy foi aos 85, em cabeçada de Georginio Wijnaldum.

Rüdiger e Mané disputam bola
Foto: Reprodução / Chelsea

Thomas Tuchel teve em Anfield o grande desafio nos jogos comandando o Chelsea e respondeu com maestria. Atuação muito segura do time, com proposta muito bem encaixada e pouquíssimo espaço para a equipe rival criar oportunidades de chutar ao gol.

O técnico alemão dos Blues chegou ao décimo jogo pelo clube e alcançou a sétima vitória. Nesse período, o time saiu de campo com oito clean sheets, um dos pontos tão criticados no trabalho anterior.

Category: Competições

Tags:

Article by: Cleisson Lima

Tio do Júlio César, Estagiário de Redação na Rádio Transamérica, e Chefe de Redação no Futebol das Gerais. O caminho é um só...