Magdalena Eriksson: “Vamos continuar avançando e melhorando”

"Nós apenas temos que continuar trabalhando muito duro, pois foi uma boa confirmação de que estamos em um ótimo caminho", disse a atleta

Magdalena Eriksson, capitã do Chelsea Women, avaliou a vitória contra o Arsenal, por 4 a 1, válida pela Copa da Liga Inglesa. Em entrevista ao site oficial do Chelsea, a defensora discorreu sobre a vitória no clássico londrino, já refletindo sobre as dificuldades do próximo embate do calendário. No domingo (11), o Chelsea enfrentará o Manchester City, em Kingsmeadow, jogo válido pela Women’s Super League. A partida iniciará às 10h30 (horário de Brasília), pela quarta rodada da competição nacional.

O jogo contra o Arsenal

Chelsea Women venceu Arsenal por 4 a 1. Ou seja, estreia com vitória na Copa da Liga Inglesa. (Chelsea FC)

Chelsea Women venceu Arsenal por 4 a 1. Ou seja, estreia com vitória na Copa da Liga Inglesa. (Chelsea FC)

“Eu acho que encontramos a receita para estarmos juntos como uma equipe. Pressionando, sendo agressivas e realizarmos [ações] juntas como um time. Começamos o jogo [contra o Arsenal] muito bem. Fomos agressivas com nossa pressão e afastamos o perigo em algumas vezes. É assim que queremos jogar e foi assim que gostaríamos que fosse o plano de jogo. Portanto, foi bom”, iniciou Eriksson.

“Arsenal conseguiu o gol de empate logo no início, mas isso não nos afetou. Nós simplesmente continuamos e conseguimos o segundo e terceiro gols rapidamente, isso foi muito bom também. Foi um grande esforço da equipe e todas nós colocamos um grande ritmo [na partida]”, continuou a defensora.

Atletas estreantes

“Tivemos algumas atletas novas iniciando o jogo e fizeram um trabalho incrível e aumentando os níveis de jogo. [Sobre Niamh Charles] Eu realmente gostei de observá-la durante a pré-temporada, ela passou por uma grande mudança e trabalhou muito para chegar ao nível atual. Ela merecia a estreia, dá para ver o talento que ela tem, e ela joga sem medo. O que eu gosto muito. Por isso, estou muito feliz por ela ter estreado e pelo fato dela ter saído tão bem”, salientou.

Além disso, Maria Thorisdottir também estreou com o Chelsea Women na temporada 2020/21. A atleta participou da vitória do Chelsea, por 4 a 1, no duelo londrino na Copa da Liga Inglesa.

A rivalidade Chelsea e Arsenal

“Sim, claro que vai [o Arsenal continuar sendo rival do Chelsea Women]. E continuará sendo assim por muito tempo. O plantel delas é muito forte, jogam um futebol muito bom e isso dificulta para nós em alguns momentos. Como eu disse antes, encontramos uma receita que está funcionando, mas é claro que temos que continuar com a humildade, pois elas são nossas rivais e formam uma grande equipe sim”, disse Magdalena.

“Nós apenas temos que continuar trabalhando muito duro, pois foi uma boa confirmação de que estamos em um ótimo caminho e que estamos fazendo algo positivo. Não vamos tirar o pé do acelerador. Vamos continuar avançando e melhorando”, concluiu.

Sobre o Manchester City, adversário na WSL

Chelsea Women é campeã

Chelsea Women conquistou o título da Supercopa nesta temporada. Por outro lado, o adversário do embate foi o Manchester City. (Foto: Chelsea FC/Twitter)

“É um grande jogo e estamos acostumadas aos grandes duelos nessas ocasiões. Sabemos a importância do jogo e temos que seguir nosso processo e focar em nós mesmas. O Manchester City iniciou a temporada muito bem, fizeram grandes contratações e eu acredito que será uma grande luta dentro de campo. Eu realmente acredito nisso”, concluiu Magdalena Eriksson.

Por fim, Chelsea e Manchester City se enfrentam no domingo, às 10h30 (horário de Brasília), pela quarta rodada da Women’s Super League. O jogo será em Kingsmeadow, casa do Chelsea, e as duas equipes protagonizam um confronto direto na tabela. Ambas as equipes somaram sete pontos na WSL.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.