Grupo G: Alemanha faz goleada histórica em Portugal; Gana domina posse de bola, mas perde para os EUA

CORRECTION-FBL-WC-2014-MATCH13-GER-POR

Müller e Pepe foram os grandes nomes da partida (Foto: canada.com)

O Grupo G começou a Copa do Mundo de maneira surpreendente para entrar na história. A Alemanha aplicou nada mais do que a maior goleada que Portugal já sofreu em Copas do Mundo. Enquanto isso, com um gol relâmpago, Estados Unidos ganhou pela primeira vez na história contra a seleção de Gana.

A próxima rodada do Grupo G ocorrerá no fim de semana. Alemanha e Gana, os únicos times do grupo com jogadores do Chelsea, se enfrentarão sábado dia 21, às 16 horas, no Estádio Castelão em Fortaleza. Já Portugal, desfalcado do expulso Pepe e do contundido Fábio Coentrão, buscará se recuperar contra os Estados Unidos no domingo seguinte, às 18 horas, na Arena Amazonas em Manaus.

Abaixo, confira um breve resumo das partidas que ocorreram hoje pelo Grupo G:

Alemanha 4 x 0 Portugal

A partida marcou a centésima partida da Alemanha em Copas do Mundo, mais do que qualquer outra nação inclusive o Brasil, que participou de mais edições no torneio porém de menos jogos. E que jeito de celebrar este marco. Com uma performance sólida, quase não permitindo que Portugal atacasse, a Alemanha estreou no Mundial deixando claro que é realmente uma das favoritas nesta competição.

– Destaque da partida: Com o único hat-trick na Copa até agora, fica difícil não mencionar Thomas Müller como destaque na Alemanha. Porém, vale a pena também mencionar a performance do blue André Schurrle que entrou no lugar de Ozil e jogou bem melhor que o gunner na partida. Com meia hora de jogo faltando, Schürrle por pouco não saiu com algumas assistências na sua conta. Ele inclusive foi o responsável pelo cruzamento que o goleiro Rui Patrício desviou mal, resultando no terceiro gol de Müller.

Schurrle teve boa participação (Fto: standard.co.ukl)

Schürrle substituiu Özil e teve boa participação (Foto: standard.co.ukl)

– Mandou mal: A expectativa sobre a performance de Cristiano Ronaldo era indiscutivelmente grande. Porém, mal fisicamente, o melhor do mundo não fez uma partida jus a sua alcunha. O título de maior decepção porém fica para Pepe, que com uma expulsão risível terminou deixando Portugal com apenas 10 jogadores, sendo o maior responsável pela derrota terminar em goleada.

ALEMANHA 4 X 0 PORTUGAL

Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA)

Data: 16 de junho de 2014, segunda-feira

Horário: 13 horas (de Brasília)

Árbitro: Milorad MAŽIĆ (SRV) Assistantes: Milovan RISTIĆ (SRV) e Dalibor ĐURĐEVIĆ (SRV)

Cartões Amarelos:
João Pereira

Cartões Vermelhos: Pepe

Gols: Mats Hummels (32 primeiro tempo), Thomas Muller (Penalti aos 12 minutos primeiro tempo, 45 do primeiro tempo, 33 do segundo tempo).

ALEMANHA: Neuer; Boateng, Mertesacker, Hummels (Mustafi), Howedes; Lahm, Khedira, Kroos, Ozil (Schurrle), Gotze; Muller (Podolski)

Técnico: Joachim Loew

PORTUGAL: Patricio; Pereira, Pepe, Alves, Coentrao (A Almeida); Veloso (Costa), Moutinho, Meireles, Nani, Ronaldo; H Almeida (Eder)

Técnico: Paulo Bento

Gana 1 x 2 Estados Unidos

Atsu (Foto: goal.com)

Atsu começou a primeira partida de Gana entre os titulares (Foto: goal.com)

No “jogo de um minuto só”, Estados Unidos abriu o placar contra seus algozes de 2010 no primeiro minuto de jogo e viu as Estrelas Negras correrem atrás do resultado o resto da partida inteira. Com uma defesa muito bem postada e um time que subia e voltava no campo de ataque em bloco, os americanos até foram dominados pela maior parte da partida, mas reabriram a vantagem no placar rapidamente após Gana finalmente encontrar as redes em bela jogada entre Gyan e Ayew.

Foi uma boa performance do time africano, mas não deu pra vencer e agora eles terão que correr atrás nos embates contra Portugal e Alemanha tornando muito difícil sua permanência na competição. Já Estados Unidos perdeu o atacante Jozy Altidore por contusão, se tornando nova dúvida para a partida de Portugal contra os EUA.

– Destaque da partida: Apesar do domínio de Gana do jogo, o ritmo e a história da partida foi ditado com o gol relâmpago dos EUA. Como não poderia ser diferente, Clint Dempsey e seu drible sensacional termina como o destaque desta partida. Atsu ganhou a confiança do técnico para começar o jogo e fez um bom primeiro tempo, arriscando chutes e arrancadas individuais para cima da zaga americana. Porém, ele caiu de produção durante o segundo tempo e foi substituído por Adomah, quatro minutos antes do gol de Gana.

– Mandou mal: O outro lado da mesma moeda, a falha do zagueiro John Body ao permitir Dempsey dribá-lo e abrir o placar tão cedo terminou sendo o lado negativo do jogo. A defesa de Gana já era considerada o seu ponto fraco antes do torneio começar e graças a falha do defensor ela não conseguiu passar de um minuto no Mundial sem levar gols.

GANA 1 x 2 ESTADOS UNIDOS

Local: Estádio das Dunas (RN)

Data/Horário: 17 de junho de 2014, às 19 horas (Brasília)

Árbitro: Jonas Eriksson (SWE)

Assistentes: Mathias Klasenius (SWE) e Daniel Warnmark (SWE)

Cartões Amarelos: Mohamed Rabiu, Sulley Muntari.

Cartões Vermelhos:

Gols: Clint Dempsey (1 minuto do primeiro tempo), André Ayew (37 do segundo tempo), John Brooks Jr (41 do segundo tempo).

Gana: Kwarasey; Opare, Mensah, Boye e Asamoah; Rabiu (Essien), Muntari, Atsu (Adomah), A.Ayew e J.Ayew (Boateng); Gyan .

Técnico: Kwesi Appiah

Estados Unidos: Howard; Johnson, Cameron, Besler (John Brooks Jr) e Beasley; Beckerman, Jones, Bradley, Bedoya (Zusi) e Dempsey; Altidore (Jóhannsson).

Técnico: Jurgen Klinsmann

Durante toda a Copa do Mundo, o Chelsea Brasil fará a cobertura do torneio, informando, com o já conhecido empenho, o dia-a-dia dos jogadores dos Blues

Thiago Braga