Emma Hayes: “Clássicos não são jogos comuns”

A comandante do Chelsea falou sobre o próximo duelo do time de Kingsmeadow, frente ao Arsenal

Emma Hayes, técnica do Chelsea, concedeu entrevista ao site oficial do clube sobre o jogo contra o Arsenal, válido pela Women’s Super League. O compromisso está agendado para dia 15 de novembro (domingo), às 11h30 (horário de Brasília), no Meadow Park. Vale ressaltar que o clássico será um confronto direto na tabela da WSL. Afinal, as equipes estão distantes por dois pontos na classificação. Primeiramente, o Manchester United com 16 pontos e líder do campeonato. Posteriormente, o Arsenal com 15 e o Chelsea com 13 pontos e um jogo a menos na WSL.

O jogo será transmitido na Inglaterra

England foi titular contra o Everton e marcou dois gols. Além disso, Harder e Ji também balançaram as redes.

England foi titular contra o Everton e marcou dois gols. Além disso, Harder e Ji também balançaram as redes. (Foto: Chelsea FC / Twitter)

“O trabalho que está sendo feito nos bastidores, especialmente nos jogos da competição nacional, para ter veiculação e transmissão dos jogos em todo país. Não para o Chelsea ou para o Arsenal, mas o dérbi de Manchester também, é o que trabalhamos tanto para conseguir. Portanto, estou ansiosa para ver os números da transmissão e a qualidade em campo. Afinal, não teremos o calendário para o futebol masculino no final de semana, e é uma grande oportunidade para mostrarmos o nosso trabalho, iniciou Emma Hayes.

Fran Kirby

“Ela não está longe [de retornar]. Acho que ela vai perder esse final de semana, mas consigo vê-la com o grupo, provavelmente, no final da próxima semana. Por outro lado, acho que tenho um elenco totalmente apto para escolher no jogo, com exceção Drew [Spence] e Hannah [Blundell], que estão com uma lesão mais grandes”, afirmou.

O próximo rival

“Primeiramente, o Arsenal é uma equipe de ponta. O time marca mais gols que qualquer outra equipe. Seu jogo de ataque, seu jogo de construção é excepcional. O Arsenal tem jogadoras que conquistaram grandes premiações e provaram que estão sempre em busca de títulos. Temporada após temporada”.

“Eu sei que para nós será um grande teste. Afinal, clássicos não são jogos comuns. O outro time dirá a mesma coisa e os times de Manchester também vão mencionar isso. Há muito em jogo e muita imprevisibilidade no jogo. Ambas as equipes se conhecem e eu tenho um grande respeito pelo Arsenal”.

Duelo entre os últimos campeões da WSL

Niamh Charles e Bethany England no treinamento do Chelsea. Além disso, ambas as atletas são opções para o duelo contra o Arsenal.

Niamh Charles e Bethany England no treinamento do Chelsea. Além disso, ambas as atletas são opções para o duelo contra o Arsenal. (Chelsea FC / Site)

“É um ambiente que exige o seu melhor e não é fácil conseguir isso ano após ano. Sempre achei que vencer sucessivamente é a coisa mais difícil do mundo. Às vezes, conseguir o primeiro título é difícil, mas fazer isso novamente e novamente, é muito difícil de conseguir no esporte. Portanto, para continuar motivadas e com esses padrões, essa responsabilidade tem que ser muito dura, caso contrário, você se torna complacente. Além disso, desde o meu início aqui [no Chelsea], faço tudo o que posso para não se tornar isso [um cenário de complacência]”.

A renovação de Magdalena Eriksson

“Magdalena é uma integrante do plantel e líder incrível aqui. Ela cresceu muito em seu tempo como capitã; Eu acho que Millie Bright e ela protagonizaram uma dupla de zaga formidável neste ano e no tempo que estão aqui. Não só no campeonato nacional, mas nos jogos internacionais também. Eriksson não escondeu de ninguém sobre o seu amor pelo clube e é verdadeiro de nossa parte para com ela.  Por isso, ela nos dá um progresso com a sua permanência até 2023 aqui”, concluiu Emma Hayes.

Além disso, o Chelsea Brasil está muito próximo de ser reconhecido novamente como Torcida Oficial dos Blues. Por isso, clique no banner abaixo e nos ajude.

João Vitor Marcondes

Taubateano e jornalista.