Chelsea se despede da temporada com goleada para Bayern na Champions

Bávaros não perdoam falhas dos Blues e vencem por 4-1

Os caminhos de Chelsea e Bayern de Munique voltaram a se cruzar nesse sábado (8). A partida de volta pelas Oitavas de Final da Champions League 2019/2020 foi um repeteco da ida. Isso porque os bávaros dominaram o duelo, exploraram as falhas dos Blues e mais uma vez venceram, dessa vez por 4-1.

Imediatamente os anfitriões ampliaram a vantagem no placar agregado, com dois tentos. Isso com 25 minutos de partida. Os Blues diminuíram antes do intervalo. Na etapa final, mais dois gols alemães. Dessa forma, a equipe de Frank Lampard encerra a temporada e ganha uma folga até setembro, quando a Premier League será iniciada.

Abraham marcou

Camisa 9 aproveitou falha de Neuer para anotar gol dos Blues

Bayern domina etapa inicial

Lampard tinha novidades na equipe titular. N’Golo Kante voltou de lesão e assumiu a braçadeira de capitão. Outra modificação foi o esquema tático: 4-3-3. Além de Kante, Ross Barkley e Mateo Kovacic foram os titulares no meio-campo. Mesmo assim, o  primeiro tempo começou com os alemães tomando a iniciativa. Jogando em casa, o time de Hans Flick balançou as redes logo aos 10, com Robert Lewandowski.

O polonês sofreu pênalti aos 8. Contudo, a penalidade somente foi assinalada pelo VAR. Lewandowkis foi para a bola e converteu o seu 12º gol na Champions. Assim, o que já era difícil ficou ainda mais distante. E sem poder de reação, o Chelsea foi novamente punido.

Derrota na Champions

Chelsea volta a perder do Bayern e encerra temporada

Isso porque aos 24, Perisic aproveitou mais uma falha defensiva e tocou sozinho para o gol. Os Blues esboçaram uma reação aos 28, com Callum Hudson-Odoi. Contudo, o gol do inglês foi anulado pelo VAR. Lampard mexeu no desenho tático da equipe, que melhorou a marcação.

Mesmo com o ajuste, o Bayern seguia levando perigo pelas laterais, em especial pelo lado de Reece James. Precisando de 5 gols para avançar, os Blues diminuíram num lance despretensioso no ataque. Inesperadamente o artilheiro do time na competição, Tammy Abraham aproveitou falha de Manuel Neuer após chute de Odoi e só empurrou pro gol. O relógio marcava 44 minutos.

Chelsea esboça melhora, mas Bayern mantém superioridade

Perisic e James

Perisic marcou segundo gol em falha da defesa

Diferentemente da etapa inicial, o time de Lampard voltou mais ligado. De pronto, Mason Mount subiu em velocidade pelo meio, mas finalizou sem força aos 49. Pouco depois James e Abraham fizeram boa jogada. Mas na hora do chute de Ross Barkley, Thiago desarmou.

Enquanto o Chelsea tinha uma montanha para escalar, os bávaros mantinham a ofensividade pelas pontas. Num desses lances Kurt Zouma precisou aparecer para intervir, aos 53, no que poderia ser o terceiro gol do Bayern. Sete minutos mais tarde Thomas Muller surgiu sozinho na pequena área. Contudo, para sorte de Cabarello, finalizou pra fora.

Conforme o tempo passava o gás dos Blues acabava. A situação era diferente no Bayern. Mesmo com a vaga praticamente carimbada, o time de Flick mantinha-se no ataque com Lewandowski e cia. O Chelsea tentou responder aos 68, após Barkley sofrer falta na entrada da área. O próprio inglês cobrou, porém na barreira.

De tanto insistir o Bayern balançou as redes. E não uma, mas duas vezes. Aos 76′ Tolisso aproveitou mais uma falha da defesa e anotou o terceiro. Por fim, aos 84′ Lewandowski marcou seu segundo tento da partida e deu números finais ao duelo.

Ficha Técnica

Bayern Munich (4-2-3-1): Neuer; Kimmich (Odriozola 70′), Boateng (Sule 63), Alaba, Davies; Goretzka (Martinez 80′), Thiago (Tolisso 70′); Gnabry, Muller, Perisic (Coutinho 63′); Lewandowski.

Reservas não utilizados: Ulreich, Hoffmann, Cuisance, Hernandez, Tillman, Musiala, Arrey-Mbi.

Chelsea (4-3-3):Caballero; James, Christensen, Zouma, Emerson; Barkley, Kante, Kovacic; Hudson-Odoi, Abraham (Giroud 81′), Mount.
Reservas não utilizados: Arrizabalaga, Cumming, Rudiger, Batshuayi, Tomori, Broja, Lawrence, Maatsen, Bate, Simeu.

Gols: Lewandowski 10′, Perisic 24, Abraham 44, Tolisso 76′ e Lewandowski 84′

Cartões amarelos: Caballero 8′, Emerson 43′

Cartão vermelho:

Arbitragem: Ovidiu Hategan / Massimiliano Irrati (VAR)

Maria Akemi

Pernambaiana, torcedora do Chelsea desde muito tempo.