Hector posou com a camisa do Chelsea (Foto: Chelsea FC)

Chelsea chama Hector e Piazon de volta e pode significar uma observação melhor dos jogadores emprestados

Hector posou com a camisa do Chelsea (Foto: Chelsea FC)
Hector foi contratado em setembro pelo Chelsea (Foto: Chelsea FC)

Os Blues tem um verdadeiro exército de jogadores emprestados ao redor da Europa, e também na Inglaterra. Vários deles são jogadores jovens que o Chelsea envia a outros clubes para ganhar mais experiência. Lucas Piazon e Michael Hector são dois exemplos e passaram juntos a temporada defendendo o Reading. O primeiro tem apenas 22 anos e vem buscando já há algumas temporadas um espaço para integrar o elenco azul em definitivo. Já Hector, de 23 anos, foi contratado no início da atual temporada pelos Blues junto ao próprio Reading e foi imediatamente emprestado de volta. O zagueiro, que é considerado uma promessa para a posição, chegou aos Blues por 4,5 milhões de libras.

Agora, restando apenas uma semana para seus contratos terminarem com o clube da Championship, os Blues chamaram ambos de volta. Os motivos para isto são dois, basicamente. O primeiro é que o Reading não tem mais ambições na atual edição da segunda divisão inglesa. Ocupa atualmente a 15ª colocação e não tem tem chances de lutar pelo acesso e tampouco correm riscos de serem rebaixados. Outro motivo seria uma observação da atual comissão técnica do Chelsea dos dois jogadores, a fim de definir melhor em que estágio eles estão dentro de uma “cadeia evolutiva” do elenco azul, ou seja, definir se eles podem ser aproveitados no elenco principal ou se serão novamente emprestados ou até mesmo vendidos.

Isto pode ser um indício de que o clube fará uma observação mais cuidadosa dos jovens jogadores emprestados para a próxima temporada. Esta observação provavelmente será feita de maneira mais específica na pré-temporada, já com a direção de Antonio Conte. Contudo, a chance de Hector e Piazon treinar com o elenco principal por uma semana demonstra que o Chelsea já pode estar buscando observações mais próxima destes atletas.

Hector e Piazon terão algumas semanas com o elenco principal antes do fim da temporada e poderão mostrar algumas de suas habilidades. E com isso fica a esperança de que nas primeiras semanas de trabalho da próxima temporada outros jovens jogadores podem ser observados mais de perto e, quem sabe, agregados ao elenco principal comandado por Conte. Talento para isso muitos deles tem, talvez não Hector e Piazon especificamente, mas talentos não faltam na base e entre os emprestados, fica agora a torcida de que este gesto aparentemente insignificante seja uma mudança na política de aproveitamento destes jovens talentosos que tanto desejamos ver com a camisa azul.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: