Diego Costa perdeu o controle no jogo contra o Everton pela FA Cup (Foto: Getty Images/ Reprodução)

Barry amenizou, mas as reações de Diego Costa têm que ser levadas a sério

A derrota no último final de semana não só foi uma marca registrada da temporada que o Chelsea faz como mostrou que o time tem muitos problemas, sejam eles técnicos, táticos e emocionais. A vitória do Everton sobre o Chelsea por 2 a 0 com dois gols de Romelu Lukaku, foi a terceira derrota dos Blues nos últimos oito jogos, mas mesmo não sendo um número alto, o que mais assusta foi como o Chelsea perdeu esses confrontos.

Além de mostrar pouca capacidade técnica e tática, o time mostrou uma deficiência imperdoável para um esporte coletivo como o futebol: o fraco temperamento. E não é só por conta do descontrole demonstrado por Diego Costa. A apatia recente de Eden Hazard também deixa claro como o Chelsea se apequenou perante seus rivais.

Personagem envolvido na confusão com Diego, Gareth Barry falou sobre o lance que gerou a expulsão do camisa 19 dos Blues no sábado (12), no Goodison Park:

“Vi muitos falando sobre o incidente envolvendo eu e Diego Costa no jogo da noite passada (sábado). Para deixar registrado, Diego não me mordeu”.

 No lance capturado pelas câmeras, foi possível ver Costa tendo uma reação no mínimo estranha ao avançar contra Barry depois de dividida forte. A FA, Associação de Futebol Inglesa, está aguardando o relatório do árbitro Michael Oliver antes de se decidir sobre qual ação dar ao caso.

Um porta-voz do Chelsea comentou sobre o fato e disse que Diego conversou com pessoas do clube e expôs sua chateação:

“Diego falou com funcionários do clube após o jogo e expressou pesar sobre sua reação, que originou seu cartão vermelho. Diego também deixou muito claro que não mordeu (Gareth Barry)”.

Mesmo com Diego Costa reconhecendo seu erro e com Gareth Barry aliviando para o hispano-brasileiro, uma punição deve chegar para o jogador. Diego sempre foi marcado por ter reações inesperadas e por gerar conflitos muitas vezes desnecessários durante os jogos. O lance em si confronta a ótima fase que Costa vem tendo desde a chegada de Guus Hiddink, período no qual marcou 11 gols em 16 jogos. Se Diego será punido e por quantos jogos, ainda é difícil cravar, mas o internacional espanhol deixou manchar sua reviravolta espetacular.

Compartilhe

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: