A maior prova da expansão da marca do Chelsea está em sua venda de camisas

O ano de 2016 foi um tanto quanto emocionante para os torcedores do Chelsea. Como sempre acontece, todo ano abriga o fim de uma temporada e o início da seguinte, e isso foi de grande importância para os Blues.

Em matéria publicada pelo jornal britânico Daily Mail, o Chelsea aparece como o 4º clube que mais vendeu camisas no mundo em 2016. Diversos fatores podem ser citados como motivo, mas acredito que há razões que formam um consenso sobre o fato.

Com o novo uniforme, os Blues dominam a Premier League e caminham rumo ao título

O começo do ano passado marcou o fim de uma péssima temporada, encerrada com uma melancólica 10ª posição na Premier League para os então campeões em vigência. Já a segunda metade de 2016 trouxe novas ideias e novas alegrias ao torcedor. É certo que o desempenho do time em campo será seguramente refletido em suas arrecadações por venda de camisas.

Pensando em fatores extra-campo, também pode haver explicações muito plausíveis para a 4ª colocação dos Blues no ranking, e com isso me refiro ao lado estético e comercial da camisa. Todas as camisas fabricadas pela Adidas sofreram uma mudança drástica para a segunda metade do ano, o que não agradou a muitos torcedores, não só do Chelsea.

Mesmo sem títulos, o uniforme para 2015/16 fez sucesso nas lojas (Foto: Chelsea FC)

Acredito que a mudança fez com que as vestimentas de anos anteriores fossem mais valorizadas por certo tempo, até o momento em que não só o clube voltou a deslanchar em campo, mas quando foi anunciado que estamos na última temporada de parceria entre Chelsea e Adidas.

Assim, o torcedor Blue se mantém entre os mais fiéis ao redor do mundo. A marca continua seu processo de expansão com visível sucesso, e a arrecadação da equipe tende a crescer cada vez mais. Ou seja, por mais que o desempenho esteja ligado às vendas, os adeptos ao Chelsea não vêm desistindo do time. Que assim seja sempre.

Ranking das dez camisas mais vendidas em 2016:

  1. Manchester United – 2.850.000 
  2. Real Madrid – 2.290.000
  3. Barcelona – 1.980.000
  4. Chelsea – 1.650.000
  5. Bayern de Munique – 1.500.000
  6. Arsenal – 1.225.000
  7. Juventus – 850.000
  8. Liverpool – 705.000
  9. PSG – 685.000
  10. Milan – 650.000

Category: Chelsea Football Club

Tags:

Article by: Lucas Sanches