A conversa sobre zagueiros está ótima, mas onde entra Zouma?

Após o fim da janela de transferências, chegou a hora de ver como o elenco se preparou para enfrentar uma temporada de recomposição. Tendo em vista a contratação de outro zagueiro nos últimos instantes de negociação, me veio à cabeça qual função teria Kurt Zouma nos planos de Antonio Conte.

A última partida disputada pelo zagueiro francês foi no dia 8 de fevereiro, contra o Manchester United, em Stamford Bridge. Ao cair de uma disputa de bola aérea, ele rompeu o ligamento cruzado anterior do joelho direito, e passou por cirurgia. A lesão interrompeu uma boa sequência de Zouma, que buscava a titularidade e se preparava para defender a França na Eurocopa 2016, no próprio país.

Lesão sofrida pelo francês foi responsável por sua ausência na Euro 2016 (Foto: Getty Images)
Lesão sofrida pelo francês foi responsável por sua ausência na Euro 2016 (Foto: Getty Images)

O prazo de recuperação foi estipulado em seis meses, o que levou a diretoria a reforçar seu elenco defensivo. Na última janela, chegaram Marcos Alonso e David Luiz para o setor. Agora Zouma está em fase final de recuperação, chegou a ser relacionado para partidas de pré-temporada, mas não se sabe como – e se – irá jogar com o novo treinador. Se depender do italiano, nada muda para o futebol do zagueiro francês, de apenas 21 anos.

“A contratação de Luiz não afeta Zouma” – afirmou Conte. “Para nós, Zouma é não só o futuro mas o presente. Estamos esperando por sua recuperação, ele é um bom jogador, muito útil ao Chelsea.”

“É difícil falar sobre seu retorno, ele ainda está na recuperação. Ele está em forma, mas ainda precisa de tempo. Inclusive está treinando conosco todos os dias.”

Zagueiro já voltou aos treinamentos, e deve ser relacionado em breve (Foto: Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images)
Zagueiro já voltou aos treinamentos, e deve ser relacionado em breve (Foto: Darren Walsh/Chelsea FC via Getty Images)

Se, por um lado, Conte demonstra tamanha confiança no retorno de Zouma; por outro, é claro que alguém terá que sair do time. Aqui entra uma nova – e breve – discussão: Quem vai sair e como fica a nova defesa? Terry é praticamente intocável, e só. Zouma deve ser seu companheiro na zaga, Alonso deve tomar seu espaço na esquerda e a disputa na direita fica entre Ivanovic e Azpilicueta. Só não imagino que a resolução seja tão simples assim. Pelo visto, Antonio Conte também acha:

“Ivanovic ainda é importante. Quando se está em um grande clube, sempre há essa boa competição (por posição). É importante pensar que, se trabalhamos com quatro defensores, não quer dizer que só eles irão jogar.” 

“Devemos ter sempre seis ou sete nomes para o setor. É bom saber que há várias opções, e que cada jogo demanda uma escolha de quem merece jogar. Não vejo problemas e não quero ver problemas com meus defensores.”

Basicamente, Conte quer ter todos os seus defensores em sintonia, e na “boa competição”, segundo ele. Tudo leva a entender que Zouma será naturalmente reintegrado ao time titular, e uma rotação na defesa é possível. De qualquer forma, essa decisão cabe somente ao comandante italiano, e nós torcedores, apenas esperamos os resultados. Quem sabe, compartilhar de um pouco do otimismo de Conte também seria ótimo.

Comments

Category: Chelsea Football Club

Tags: