Yes, we can! Portsmouth 0x5 Chelsea

.
.
Nem o mais confiante torcedor do Chelsea acreditaria em um placar tão elástico como o que foi hoje no Fratton Park. Depois das últimas péssimas atuações, qualquer vitória por 1 gol de diferença seria lucro. Assistindo ao primeiro tempo, a impressão que dava era que ia ser isso mesmo.

Apesar do domínio, o Chelsea pouco conseguia entrar na área adversária, sendo as principais chances de gol obtidas pelos chutes de longa distância de Deco e Lampard. O placar só foi aberto aos 31 minutos, quando em confusão da zaga do Portsmouth a bola sobrou para o goleiro James, que em uma pintura épica conseguiu “furar” o chute, sobrando a bola livre para o oportunista Drogba.

No segundo tempo a história foi outra. O futebol jogado lembrou aquele do início do campeonato. Frank Lampard, o verdadeiro, mostrou como se deve jogar um meia habilidoso. Malouda, duas vezes, ampliou a vantagem para os Blues. Drogba, em lindo passe de Mikel, marcou mais um – o 24º na competição. Já no finalzinho, de cabeça, Lampard coroou sua brilhante atuação no segundo tempo.
Para o título, não dependemos de ninguém. Basta vencer os jogos que restam e tratar igualmente os adversários. Seja Manchester, Liverpool ou Aston Villa. Todos os jogos valem 3 pontos. E nós precisamos de todos. SIM, NÓS PODEMOS!

Fratton Park Stadium
Público: 18.753

Chelsea: Peter Cech, Paulo Ferreira, Terry, Ricardo Carvalho (Alex), Zhirkov (Van Aanholt), Obi Mikel, Lampard, Deco, Malouda, Sturridge (Joe Cole) e Drogba.

Portsmouth: James, Finnan, Ricardo Rocha (Basinas), Hreidarsson, Mullins, Smith (Abeyie), Wilson, Mokoena (Kanu), Hughes, O’Hara e Piquionne.

Gols e Melhores Momentos

Comentários

Category: Chelsea Brasil - Imprensa

Tags:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.